DF: Governo prepara pacote de obras de infraestrutura, mobilidade e requalificação urbana no Distrito Federal

O governador Ibaneis Rocha recebeu da Secretaria de Obras e Infraestrutura um pacote com 43 projetos de melhorias no Distrito Federal. Da construção de calçadas a reformas da ponte Costa e Silva e das tesourinhas do Plano Piloto, até a revitalização do Setor Hospitalar Sul, as medidas contemplam avanços de mobilidade e urbanização de Brasília e das 31 regiões administrativas. Algumas delas já foram, inclusive, licitadas e aguardam a captação de recursos para execução.

Os projetos foram aprovados pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação e apresentados ao governador pelo secretário de Obras e Infraestrutura, Izídio Santos Júnior. De acordo com ele, Ibaneis quer dar agilidade à execução de projetos já aprovados e evitar que a burocracia e a demora em tirá-los do papel coloquem acabem os deixando defasados quando forem executados. “Há propostas ali aprovadas em 2015, quando as demandas planejadas eram outras. Isso não pode mais acontecer.”

Quatro projetos já estão com as obras aprovadas e licitadas aguardando apenas a captação de recursos: a revitalização das quadras comerciais da 511 e da 512 Sul, na W3 Sul; a construção de uma rota de fuga no Setor de Inflamáveis; a recuperação de dois viadutos nos eixos L e W Sul – na Galeria dos Estados; e a implantação de novas calçadas em diversas partes do Distrito Federal.

Desejo antigo

A requalificação das quadras da W3 – uma demanda antiga da cidade – faz parte de uma ação modelo feita em parceria do GDF com comerciantes da região. O governo será responsável pela revitalização de calçadas, readequação da iluminação pública e dos estacionamentos no canteiro da via, enquanto os lojistas se encarregarão de revitalizar a fachada das lojas. Já a construção de calçadas faz parte de uma ação para melhorar a mobilidade do cidadão.

Também fazem parte do pacote de projetos a revitalização do Setor de Rádio e TV Sul, do Setor Comercial Sul, a construção de rotas de acesso a escolas e a hospitais públicos do DF, a recuperação estrutural e a revitalização de todas as tesourinhas das Asa Sul e Norte e dos dois viadutos dos eixos L e W sobre a via N2. Estes dois últimos já foram publicados no Diário Oficial do Distrito Federal.

Governo da França discute com Ibaneis investimentos no Distrito Federal

O governo da França estuda a possibilidade de investir recursos no financiamento de obras de mobilidade no Distrito Federal. A proposta de parceria com o Governo do DF foi discutida nesta segunda-feira (18) pelo governador Ibaneis Rocha com o ministro-conselheiro da embaixada da francesa no Brasil, Gilles Pecassou. Obras de infraestrutura – como iluminação pública, sistemas de drenagem de água e esgoto – e transporte estão entre as principais. O GDF quer trazer também empresas da França para se instalarem em Brasília.

Em encontro no Palácio do Buriti, Pecassou propôs uma parceria entre os dois governos aos moldes de ações semelhantes feitas com outros entes federativos do Brasil. “Queremos ser parte da cidade e precisamos nos inserir mais na vida do cidadão de Brasília”, declarou o ministro francês.

Neste sentido, o governador determinou a organização de um grupo de trabalho e o levantamento de todas os projetos já licitados ou em fase de licitação para apresentar aos franceses interessados em fazer investimentos em Brasília. Obras como a construção de calçadas e a expansão da linha do metrô até a Asa Norte deverão ser avaliadas. “Brasília vive um novo momento e não existem outras fontes de financiamento senão as vindas do exterior”, observou o chefe do Executivo.

Fonte: Agência Brasília