Entorno DF: Empresas já podem se cadastrar no sistema de aquisição do vale-transporte eletrônico da Taguatur

Taguatur - 05602
Por Rafael Martins

O cadastro de empresas no sistema de bilhetagem eletrônica da Taguatur já está disponível para aquisição de vale-transporte para os funcionários. 

O Cartão Vale-Transporte da Taguatur é destinado aos funcionários que têm direito ao recebimento do vale-transporte do seu empregador conforme a Lei nº 7.418/1985. O empregador tem a obrigação legal de fornecer os custos de deslocamento entre a residência e o seu local de trabalho. Ainda não está disponível o cadastramento de pessoas físicas no sistema de bilhetagem.

Entre as vantagens da bilhetagem eletrônica estão agilidade, já que não é mais preciso aguardar pelo troco e o cartão é sem contato, não há risco de perda do vale-transporte de papel, além da segurança para usuários e funcionários das empresas, uma vez que os ônibus passam a circular com menos dinheiro. A bilhetagem possibilita também fornecimento dados mais precisos sobre a movimentação da demanda permitindo o ajuste das linhas aos horários de maior e menor movimento.

As empresas que desejarem adquirir vale-transporte para os funcionários deverão fazer o cadastro no site de vendas (clique aqui). Após a aprovação do cadastro, num prazo de até 48h a empresa receberá um e-mail de confirmação. Depois do recebimento deste e-mail, efetue o cadastro dos empregados.

A empresa deverá fazer o pedido de créditos na área de recarga online. Os cartões receberão os créditos automaticamente no validador dos ônibus da Taguatur em até 5 dias úteis após pagamento do boleto. Este procedimento é chamado de carga embarcada, que permite transferir ao Cartão Vale-Transporte o crédito eletrônico, comprado pelo empregador, referente aos vales-transportes, em qualquer validador instalado nos ônibus do transporte coletivo semiurbano das linhas operadas pela Taguatur.

Para validar os créditos, o beneficiário deve aproximar o cartão no validador e aguardar a mensagem de 'carga embarcada'. Depois deve aproximar novamente o cartão no validador para debitar a tarifa correspondente à linha embarcada e passar pela catraca. Os créditos eletrônicos carregados nos cartões terão validade de 60 dias após o mês de realização da carga.

Em caso de reajuste da tarifa, após a geração do pedido e antes do pagamento do boleto bancário, o valor que será descontado do crédito eletrônico armazenado no Cartão Vale Transporte, quando o usuário apresenta-lo no validador no interior do ônibus, será sempre o valor da tarifa vigente no momento em que foi identificado o pagamento do boleto bancário pelo empregador.

No caso de perda, furto ou roubo do cartão, existe a possibilidade de bloqueio e de recuperação dos créditos não utilizados. 

Os equipamentos e sistema de bilhetagem eletrônica usados pela Taguatur e UTB são fornecidos pela empresa mineira TACOM.