DF: Segurança prevê bloqueio de vias a partir de 29 de dezembro para posse presidencial

A Esplanada dos Ministérios vai ficar bloqueada a partir da zero hora de 29 de dezembro. As ações de segurança na região central de Brasília vão começar às 7 horas, com previsão de encerramento a qualquer hora após a cerimônia de posse do novo presidente da República.

A interrupção faz parte da Operação Posse Presidencial, esquema organizado para garantir a segurança de autoridades e do público durante a festa da transmissão de cargo ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, marcada para 1º de janeiro.

As Vias N1 e S1 ficarão bloqueadas para o trânsito de veículos, mas liberadas para a passagem de pedestres. Os organizadores da operação preveem que a região central de Brasília receba de 250 a 500 mil pessoas.

No domingo (30), as Vias N2 e S2, a partir da zero hora, também serão fechadas. Somente pessoas credenciadas poderão circular na Esplanada.

No dia 1º de janeiro, a partir das 8 horas, parte da Via L4, no sentido Norte-Sul, entre a Vila Planalto e a Procuradoria-Geral da República (PGR), também será bloqueada – assim como o acesso à mesma L4 pela Ponte JK.

O trânsito de veículos será desviado para o Setor de Clubes Sul. No mesmo horário, o Buraco do Tatuí – ligação entre a L2 Sul e L2 Norte – também será fechado.

A operação contará com ações conjuntas de órgãos federais e distritais, como Exército Brasileiro, Polícia Federal, Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, Polícia Militar do DF (PMDF), Polícia Civil do DF (PCDF), Corpo de Bombeiros Militar e Departamento de Trânsito do DF (Detran).

O Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) fará também o monitoramento das imagens das câmeras de segurança da região. As centrais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, no Ciob, atenderão nos telefones 190 e 193.


Fonte: Agência Brasília