Goiânia: Mais de 500 passageiros serão beneficiados por mês com a nova rede de transporte público de Aparecida

A linha 975 (T. Veiga Jardim / IFG / T. Araguaia / Pq. Industrial), inaugurada, hoje, 29, em Aparecida de Goiânia, fechou o pacote de seis novas linhas interbairros que passam a integrar a Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC). O município conta agora com 56 linhas. Destas, 46 são alimentadoras locais, ou seja, linhas que ligam bairros periféricos a terminais ou pontos de conexão. E 10 são linhas estruturantes locais, fazendo ligações internas no município. Assim, o novo sistema de transporte público coletivo de Aparecida, formado pelo conjunto de linhas alimentadoras e estruturantes integradas à RMTC, interliga as diversas regiões e o centro da cidade, proporcionando mais opções de viagens aos aparecidenses.

As seis novas linhas irão beneficiar por mês cerca de 565 passageiros do transporte público. Elas foram criadas para atender as necessidades de deslocamento dentro de Aparecida, decorrentes da dinâmica urbana que impactou o município positivamente nos últimos 10 anos. Para o prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha, essas linhas são um grande ganho para a cidade. Elas acabam com o problema de deslocamento interno no município. “Essa é uma grande conquista para nossa população, vou continuar lutando para que mais linhas sejam criadas, assim vai diminuir ainda mais o tempo dos passageiros dentro dos ônibus, diminuindo também o período de deslocamento diário e proporcionando mais qualidade de vida a eles”, disse.

De acordo com o diretor executivo do Redemob Consórcio, Leomar Avelino, a implantação das novas linhas se faziam necessárias por conta do desenvolvimento urbano e econômico do município. “Estamos aqui hoje comemorando mais uma conquista de todos os aparecidenses que dependem do transporte público para se locomover. Aparecida cresceu, se desenvolveu e se tornou a maior geradora de empregos em Goiás e uma das maiores no país. Por isso a melhoria na malha de transportes urbanos precisava ser revista”, afirmou.

Beneficiado pela linha 975, o estudante, Douglas Martins de Andrade, que antes precisava pegar dois ônibus para chegar à faculdade, e mais dois para voltar para casa, gostou da nova linha interbairro. “Estou muito satisfeito, vai facilitar bastante minha vida. Antes era muito complicado, às vezes eu esperava muito para conseguir voltar para casa, além do tempo de viagem que era muito maior. Assim como eu, acho que essa linha vai ajudar no deslocamento de muitas outras pessoas”, comemorou.

As novas linhas foram planejadas para atender as principais regiões da cidade ligando estas regiões, em especial com os polos industriais e com a área central, de forma integrada com os terminais de integração da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo (RMTC). Dessa forma, os passageiros terão acesso mais rápido a locais como hospitais, polos empresariais e industriais, universidades e o Fórum. Além de diminuir o tempo de deslocamento entre os terminais de integração do município.

De todas as viagens produzidas por Aparecida, 60% se destina a outros municípios, grande parte para Goiânia, e 40% acontecem na própria cidade. Com essa movimentação de pessoas e serviços internos, Aparecida apresenta a segunda maior demanda de viagens do transporte público coletivo da Região Metropolitana, representando 17% das viagens realizadas, o que reforçou a necessidade da ampliação da rede de transporte público no município.

Fonte: RedeMob Consórcio