DF: Viação Piracicabana recebe certificação ISO 9001:2015

Viação Piracicabana - 115291
Por Rafael Martins

Atuando a cinco anos no Distrito Federal com 525 ônibus, a Viação Piracicabana recebeu na última quarta-feira (10) a certificação ISO 9001:2015, que tem validade de três anos. A empresa já era certificada, porém com a versão 2008; sendo que neste processo foi atualizado para a versão 2015. 

A empresa certificadora verificou todos os macroprocessos (grandes áreas) da Piracicabana: operação, manutenção da frota, insumos, recursos humanos, área financeira, comunicação, tecnologia da informação e sistema de gestão da qualidade.

Isto significa que com o ISO 9001, a Viação Piracicabana estabeleceu uma abordagem sistêmica para a gestão da qualidade e que está gerenciando seu negócio de tal forma que assegura que as suas necessidades estejam compreendidas, aceitas e atendidas; com a adoção de uma padronização nas práticas de gestão expressos em processos internos, procedimentos operacionais, rotinas e normas operacionais e administrativas e etc.

A certificação é reflexo na eficiência da gestão e política de qualidade com um modo simples de melhorar as relações e o ambiente no trabalho, simplificando procedimentos, otimizando recursos e o seu tempo, resultando em melhor desempenho profissional e de serviços, assegurando a satisfação dos passageiros atendidos pela Piracicabana.

O compromisso com a qualidade reflete-se nos investimentos realizados pela empresa desde sua chegada ao DF. Foi a primeira empresa a renovar a frota com veículos sustentáveis, dos quais dois são elétricos e 9 abastecidos com biocombustíveis. Além disso, trouxe 70 ônibus novos em 2018. Embora seja obrigatória no período de no máximo sete anos, a troca atual se dá com quatro anos de uso dos veículos. A antecipação ocorre para que a frota incorpore novas tecnologias. 

A Piracicabana também foi pioneira na implementação da biometria facial, sendo a primeira empresa a testar em 2017 a tecnologia em 10 veículos da linha 110 (Rodoviária-UnB). Em fevereiro de 2018, toda a frota já estava equipada com a biometria junto aos validadores.   


Os novos modelos têm biometria facial, sinal de sistema de posicionamento global (GPS) e um motor mais potente e econômico, movidos a biodiesel. O GPS é usado para fornecer os horários dos ônibus em tempo real por meio do DF no Ponto e o +Ônibus, de forma a dar mais conforto aos usuários.