DF: Interdição parcial da Rodoviária do Plano Piloto continua por tempo indeterminado

Por Rafael Martins

Liberado apenas para o trânsito de pedestres desde às 17h de ontem (11), a interdição na Plataforma Superior da Rodoviária vai continuar por tempo indeterminado devido ao rompimento de 10 cabos, de um total de 60 que sustentam a estrutura da Rodoviária do Plano Piloto, quando uma empresa terceirizada da Vivo instalava antenas de internet sem fio, sem autorização do GDF.

A Novacap explica que estes cabos de sustentação ficam entre as colunas da Plataforma Rodoviária, e que o rompimento representa apenas 15% do total, visto que está dentro de uma margem de segurança, e portanto descartado risco de desabamento.

Como medida de segurança para não sobrecarregar e danificar a estrutura, os embarques do BRT na Plataforma Superior estão proibidos devido ao peso dos veículos, bem como o estacionamento continua isolado. Diante disto, os embarques das linhas paradoras do BRT para Santa Maria e Gama foram deslocados para o Eixinho W, entre o Conjunto Nacional e Conic. Já o embarque das linhas para Planaltina (620 e 620.1) está sendo feito no Eixo L próximo ao Teatro Nacional.

Ao G1, a Novacap informou que a Vivo terá de apresentar num prazo de 07 dias um projeto de recuperação da estrutura danificada; e após aprovado, as obras começarão imediatamente. Com isso, não há previsão de liberar o tráfego na Plataforma Superior da Rodoviária.