Anápolis: Obras avançam na Avenida Brasil e construtora promete entregar corredores de ônibus em outubro

Urban - 81141
Por Rafael Martins

A obra de ampliação da capacidade viária na Avenida Brasil Norte segue a todo vapor. A criação de uma terceira faixa de tráfego na principal avenida da cidade irá trazer um reordenamento no trânsito da região, isto porque uma faixa será dedicada exclusivamente para os ônibus do transporte coletivo que atualmente não possuem nenhuma priorização na via.

De acordo com a Prefeitura de Anápolis, desde o viaduto de acesso ao Recanto do Sol, em direção ao centro da cidade, já foram concluídos dois terços do trecho que está recebendo a terceira faixa. Enquanto isso, algumas correções estão sendo feitas em alguns pontos da faixa central, com o objetivo de atender as exigências técnicas do projeto que prevê o corredor exclusivo para ônibus. Ainda serão executadas obras de drenagem em alguns pontos da avenida. Segundo compromisso feito pela empresa Jofege com o prefeito Roberto Naves (PTB), outubro é o mês de conclusão da obra.

A Avenida Brasil Norte é o principal corredor de ligação dos bairros da região norte com o centro e ligação direta com o Daia.

Contrato prorrogado

Com atraso na execução de obras, a Prefeitura de Anápolis prorrogou, mais uma vez, o prazo para a conclusão das obras dos novos eixos do transporte coletivo. O contrato com a Jofege, empresa responsável pelas obras, encerrou em janeiro, mas estendido por nove meses em 30/01. As obras foram iniciadas no segundo semestre de 2015.

Agora, a previsão é de concluir o serviço até 31 de outubro. Esse é o terceiro aditivo já realizado no contrato referente às obras de adequação para implantar os novos corredores.

O projeto básico dos seis corredores de ônibus em Anápolis contempla a implantação de faixas de tráfego para os ônibus com prioridade absoluta (faixas exclusivas junto ao canteiro central) nas Avenidas Brasil (Norte e Sul) e Universitária, e com prioridade induzida (faixas preferenciais à direita da via) nas Avenidas Pedro Ludovico; Juscelino Kubitscheck / São Francisco e Presidente Kennedy / Fernando Costa com a construção de estações de embarque e desembarque de ônibus na forma convencional (semelhante aos abrigos dos pontos de ônibus utilizados na região central da cidade).

As vias da região central que têm a função de distribuição dos passageiros em mais de uma dezena de pontos de parada no Centro, também receberão obras de mobilidade semelhante ao dos demais corredores, resguardado suas particularidades, uma vez que possibilitam o acesso ao Terminal Urbano que se configura como o mais importante elemento da rede de transporte coletivo, já que praticamente todas as linhas ali se integram.