DF: Faixas exclusivas serão liberadas e transporte público terá reforço na segunda (2)

Governo detalha ações para dar mais transparência e eficiência ao transporte público
Em dia de ponto facultativo para os servidores do governo de Brasília na segunda-feira (2) — quando a seleção brasileira jogará contra o México na Copa do Mundo, às 11 horas — as faixas exclusivas estarão liberadas e o transporte público (ônibus e metrô) terá reforço nos horários de maior movimento de passageiros.

O decreto estabelecendo ponto facultativo foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal nesta sexta-feira (29). O salário dos servidores públicos do DF será depositado na terça-feira (3) e cairá na conta na quarta (4).

Para facilitar a mobilidade no dia do jogo, os veículos poderão trafegar livremente pelas faixas à direita da via, reservadas para os ônibus, da 0 hora às 23h59.

A quantidade de ônibus e de trens do metrô em direção ao Plano Piloto, por sua vez, vai ser reforçada das 13 às 15 horas, além do tradicional pico da manhã (das 6 às 9 horas). Das 17 às 20 horas, o reforço será no sentido contrário, saindo do Plano Piloto para as demais localidades do DF.

As inversões de fluxo nas vias Estrutural e Torto-Colorado, que ocorrem todas as manhãs e fins de tarde, serão mantidas.

“Um dos problemas que tivemos foi com pequenos acidentes. É importante retirar o carro da via após colisões pequenas, sem vítimas”, diz o secretário de Mobilidade, Fábio Damasceno. Ele orienta mover o veículo para o acostamento. “É mais seguro e libera o tráfego para outras pessoas.”

Agentes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) e do Departamento de Estradas de Rodagem do DF (DER-DF), bem como policiais militares responsáveis pela fiscalização de trânsito, estarão nas ruas para organizar o fluxo viário.

Todas as decisões foram tomadas em reunião na Secretaria de Mobilidade, na manhã desta sexta-feira (29). Caso o Brasil avance no campeonato mundial, haverá outro encontro na terça-feira (3) para definir a programação nas quartas-de-final.

Fonte: Agência Brasília