DF: Três empresas de ônibus assumem linhas que eram operadas pela Cootarde

Expresso São José - 79031
Por Rafael Martins com informações do DF2

As empresas Marechal, Pioneira e São José assumiram no início deste mês as linhas que eram operadas pela cooperativa Cootarde nas cidades de Gama, Santa Maria, Ceilândia e Brazlândia.

Ao DF2, o DFTrans explicou que o contrato da cooperativa expirou no dia 28/02 e não foi renovado, pois a Procuradoria Geral do DF analisou que a Cootarde não atendeu os requisitos mínimos para postular uma renovação de contrato, como a renovação da frota e pagamento de outorga.

Dos 150 ônibus que a cooperativa teria que ter em circulação, apenas 91 estavam em operação. O DFTrans negou que o escândalo envolvendo a cooperativa teria sido o motivo para a não renovação contratual.

Apesar das mudanças, os passageiros dizem que falta ônibus e os que passam não cumprem o horário. A autarquia de transporte informou que os ajustes estão sendo feitos em conjunto com as empresas para que não haja prejuízo no atendimento.

Cootarde

Sob intervenção da Justiça, a interventora da cooperativa disse que pediu ao DFTrans em janeiro para reduzir a frota, e que fez as adequações nos ônibus conforme as regras vigentes como a padronização da frota e instalação de biometria, além de ter feito um pedido de reconsideração do fim do contrato junto a Secretaria de Mobilidade, o que não ocorreu.