DF: Campanha nacional contra abuso sexual no transporte público começa por Brasília

Observatório Distrital de Gênero é lançado no Palácio do Buriti
A campanha nacional de prevenção da violência contra a mulher e do abuso sexual no transporte coletivo foi lançada hoje (8/3), em Brasília, como parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher, pelo Governo do Distrito Federal. Com o tema “Ônibus é lugar de respeito! Chega de abusos!”, as peças da campanha serão divulgadas dentro dos três mil coletivos urbanos do DF para orientar e conscientizar os passageiros da Capital nos deslocamentos diários por ônibus, que somam 1,6 milhão de viagens.

“O ônibus é um ambiente educativo. Não é só na escola que a educação acontece”, afirmou o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, ao reforçar a importância da iniciativa para conscientizar a sociedade sobre o assunto. Rollemberg também manifestou o desejo de que todos os espaços urbanos da cidade, como o transporte público, sejam usados para conscientização sobre abusos sexuais contra a mulher.

Por meio de parceria com a Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), empresas de ônibus do DF e do Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST-SENAT), a partir de agora a Secretaria de Mobilidade do DF (Semob-DF) torna-se responsável pela divulgação do tema dentro do transporte público da cidade – ônibus urbanos. Outro diferencial da campanha, o envolvimento de motoristas e cobradores no esforço conjunto para inibir casos de violência sexual dentro do transporte público também faz parte da iniciativa e ficará a cargo do SEST-SENAT, que vai capacitar esses profissionais para saberem como lidar com esses casos.

O Secretário de Mobilidade urbana do DF, Fábio Damasceno, informou que a rede de mobilidade do DF será usada para divulgação da campanha, que passou a integrar o Brasília Cidadã, uma iniciativa local que fomenta a integração de políticas públicas do governo. “Quem sofre abusos precisa saber que não está sozinho. E agora, a mobilidade vai ajudar nessa divulgação”, destacou Damasceno e informou que todas as peças publicitárias – cartaz, busdoor, folheto e vídeo - serão divulgadas dentro do transporte público.

O presidente executivo da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), Otávio Cunha, reforçou a importância da inciativa do setor de promover essa campanha de conscientização, que deve alcançar todo o Brasil. “A campanha começa por Brasília, mas vai se estender por outras cidades”, adiantou o presidente e esclareceu que as cidades poderão fazer adesão à campanha. Cunha frisou ainda que o setor está preocupado com a questão e engajado para ajudar a inibir os casos de abusos sexuais dentro dos coletivos.

A campanha é uma iniciativa da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) e do Serviço Social do Transporte/Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST-SENAT). Em Brasília, a ação envolve as seis empresas de ônibus que operam no Distrito Federal (Auto Viação Marechal, Viação Pioneira, Viação São José, Viação Piracicabana, TCB e Urbi) e será desenvolvida em parceria com o Governo do Distrito Federal (Secretaria de Mobilidade, Secretaria-Adjunta de Políticas para Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos/SEDESTMIDH e Subsecretaria de Segurança), no âmbito do programa “Brasília Cidadã”.

Fonte: NTU