DF: Rodoviários fazem paralisação relâmpago para reivindicar benefícios

Os funcionários da empresa de ônibus Marechal, que atende à região do Guará, Ceilândia, Taguatinga e Águas Claras, fizeram uma paralisação na manhã desta segunda-feira (18). O motivo seria a mudança na operadora de crédito de vale-refeição, vale-alimentação e cesta básica.

Segundo o diretor do Sindicato dos Rodoviários, José Carlos da Fonseca, a paralisação foi de 8h às 9h. “A empresa fez uma mudança na operadora dos tickets e da cesta básica. A categoria chegou a reclamar que parte dos mercados não aceitavam o novo cartão, porém a empresa fez mesmo assim”, alega.

De acordo com Fonseca, os rodoviários já voltaram a rodar. “O governo se comprometeu a intervir para convencer a empresa a fazer a troca do cartão. Por isso, já voltamos a rodar. Não tem mais paralisação”, conclui.

Frota de ônibus reduzida

Cerca de 390 linhas de ônibus vão sofrer alteração na quantidade de viagens entre segunda-feira (18) e 14 de fevereiro. A readequação é por conta das férias escolares, período em que o número de passageiros diminui cerca de 25%, de acordo com o Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans).

Segundo a autarquia, o sistema de transporte público do DF opera com 860 linhas de ônibus. Aproximadamente 700 mil passageiros circulam por dia nos veículos e, em época de férias, o número chega a diminuir até 30%.

Fonte: Jornal de Brasília