DF: DFTrans promove ação do projeto Mobilidade e Gentileza na Rodoviária do Plano Piloto

Os passageiros que utilizam a Rodoviária do Plano Piloto receberam, nessa quarta-feira (13), folders e cartilhas do projeto Mobilidade e Gentileza. Servidores do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) e rodoviários que ganharam o concurso de reconhecimento pela gentileza na prestação do serviço aos passageiros fizeram a entrega do material.

Nas publicações, os usuários têm acesso, entre outros assuntos, a informações sobre os serviços prestados pelo DFTrans e sobre direitos e deveres de quem utiliza o sistema de transporte público coletivo.

Na cartilha também existem espaços interativos, onde é possível completar frases e “caçar” palavras. Ao final do material, há espaço para o usuário escrever uma redação sobre "o que é gentileza no transporte público”. O texto pode ser entregue no posto da Gerência de Relações Comunitárias do DFTrans que fica na Rodoviária do Plano Piloto ou enviado para o email: ouvidoriadftrans@dftrans.df.gov.br. A melhor redação será publicada no site do DFTrans.

Ao todo, foram distribuídos 9 mil folders e mil cartilhas. “Essa ação encerra as atividades do projeto Mobilidade e Gentileza neste ano”, explica a ouvidora do DFTrans, Ana Maria Moreira.

Projeto

O projeto Mobilidade e Gentileza foi lançado em maio deste ano com o objetivo de conscientizar passageiros e rodoviários do sistema de transporte público do DF. A ação visa alertar para o exercício da cidadania e para a adoção de comportamentos saudáveis de convivência.

“O objetivo é criar práticas e adotar procedimentos que privilegiem e que mudem a cultura e a consciência das pessoas em relação a práticas saudáveis”, explica o diretor-geral do DFTrans, Léo Carlos Cruz.

As ações visam estimular práticas simples, como ceder o assento para idosos, respeitar o motorista e o cobrador e usar corretamente o cartão de acesso ao transporte público. Entre as ações realizadas neste ano estão palestras ministradas para os rodoviários das empresas e o concurso que elegeu os rodoviários mais gentis do sistema.

O DFTrans coordena o projeto, que conta com o apoio de outros órgãos de governo, sindicatos, operadoras do transporte público e cooperativas.

Fonte: DFTrans