Anápolis: Nova pesquisa de origem-destino é realizada pela Urban

Urban - 81078
Por Rafael Martins

Após oito anos o transporte coletivo urbano de Anápolis terá uma nova Pesquisa de Origem-Destino, ou Pesquisa OD, para identificar os principais desejos de deslocamentos dos usuários dentro do sistema.

Simples e rápido, o questionário da pesquisa OD está sendo feito nas 25 baias do Terminal Urbano e nos ônibus, em que serão levantados dados como: motivo da viagem; local de origem e destino da viagem (rua, bairro, ponto de referência); modo de deslocamento para chegar ao Terminal Urbano (a pé, carro, ônibus, etc); em qual linha o usuário irá embarcar no Terminal e o modo de deslocamento para completar a viagem do ponto de desembarque da linha que o usuário irá utilizar, até o seu destino final.

É importante que o usuário responda o questionário, que dura menos de 1 minuto, da forma mais correta e precisa o possível.

O estudo de demanda é parte fundamental do planejamento de transporte. A análise dos dados de origem e destino permitirá mapear as necessidades de deslocamento dos usuários e embasará as atualizações das linhas de ônibus indicando, inclusive, a necessidade ou não de outras linhas.

A pesquisa também tem por objetivo atualizar a rede de transporte às mudanças de comportamento da demanda ocorrida nos últimos anos, melhorar a qualidade dos serviços, ampliar a demanda atendida, e gerar economia para reinvestir em qualificação do transporte.

Para representar a movimentação das pessoas que utilizam o transporte coletivo, será adotado um zoneamento bastante detalhado, com 33 zonas OD - definidas através do agrupamento de bairros do município, respeitando os critérios de homogeneidade. Esta metodologia de sintetização de dados para elaborar as matrizes de Origem/Destino é a mesma de 2009.


O produto final destas pesquisas é uma matriz OD que retrata o número de viagens (demanda de viagens), em um determinado espaço de tempo (hora, dia, mês), entre cada par (origem e destino) de zonas de tráfego.

Toda e qualquer alteração estrutural na rede de transporte coletivo só poderá ser feita após o diagnóstico completo do sistema, já que pesquisa OD de 2009 está com os dados quase vencidos - pois devido a complexidade do estudo, recomenda-se uma atualização a cada 10 anos.

Pesquisa de Satisfação

Paralelo a pesquisa OD, a Urban também está realizado a pesquisa de satisfação do serviço - que permite, por exemplo, avaliar a quantidade e a qualidade da oferta, a condição da frota e o tratamento dispensado por motoristas e cobradores, a tarifa etc.