Goiânia: CEI do Transporte Coletivo anuncia data para entrega relatório ao MP e pede Comissão de Fiscalização

Por Rafael Martins

O presidente da CEI do Transporte Coletivo, vereador Clécio Alves (PMDB), anunciou nesta terça-feira (05) que irá entregar o relatório da Comissão ao Ministério Público na próxima segunda-feira (11). 

Entre as sugestões contidas no relatório para a melhoria do transporte metropolitano, destaca-se a criação do Fundo do Transporte, com a finalidade de subsidiar as possíveis melhorias que podem ser incluídas no serviço através de arrecadações dos órgãos do Governo de Goiás, como por exemplo de percentual dos emplacamentos, da arrecadação do IPVA, regularização do UBER e da criação de parquímetros.

Outro ponto sugerido no documento está na criação de linhas diretas dentro de Goiânia com tarifa diferenciada abaixo do valor de R$ 3,70.

A viabilidade de criação de uma patrulha especial do Batalhão Militar para operar nos terminais e paradas de ônibus de Goiânia e Região Metropolitana foi outro ponto destacado no relatório. A proposta vem como uma alternativa para combater os elevados índices de violência nos terminais, principalmente os do Eixo Anhanguera. 

Ao todo, 17 sugestões  foram apresentadas no relatório.

Comissão de Fiscalização

O relatório da CEI do Transporte traz a necessidade de criação de uma comissão com o objetivo de fomentar as medidas a serem adotadas, dar sugestões e cobrar melhorias dos serviços oferecidos pelas empresas do transporte coletivo.

A Comissão será composta por sete membros e sua atuação será até o final de 2020, quando termina a atual legislatura, com poderes consultivos e de fiscalização do transporte público na capital. A Comissão deverá se reunir mensalmente para adoção das medidas fiscalizatórias, se necessário fazer deliberações, via lei.