DF: Perguntas frequentes sobre o Bilhete Único de Brasília


O que é o Bilhete Único de Brasília?

O Bilhete Único é mais um benefício do Governo de Brasília para a população. Com ele o usuário pode utilizar o ônibus, o metrô e com o mesmo cartão realizar a integração no Sistema de Transporte Público Coletivo de Brasília. Além disso, você pode comprar seus créditos nas estações do metrô, nos postos do DFTrans, nos terminais do BRT e também pela internet.

O que é integração? Qual o benefício que ela traz para o usuário?

A integração tarifária consiste em proporcionar desconto na tarifa aos usuários que realizarem viagens utilizando um ou mais modais de transporte. O usuário pode fazer até dois transbordos no mesmo sentido em período de duas horas, pagando uma tarifa única total de R$ 5. O benefício vale entre qualquer tipo de ônibus do sistema e o metrô. A integração pode ser feita em qualquer parada de ônibus e em terminais rodoviários do DF.

Sou obrigado a trocar o meu cartão?

Não. Apenas os usuários do metrô, que possuem o cartão flex, serão obrigados a trocar de cartão, quando o crédito terminar.

Eu tenho um cartão cidadão, só posso recarregar créditos nos postos do DFTRANS?

Não. O usuário que já possui o cartão Cidadão ou o cartão +Brasília Cidadã poderá recarregar créditos pela internet, através do site do Bilhete Único ou em um dos 33 postos de recarga.

O que é o cartão +Brasília Cidadã?


O cartão +Brasília Cidadã é destinado a todos os usuários do transporte público (ônibus e metrô), que já utilizam ou querem utilizar o sistema de integração e com ele garantir + agilidade, + segurança e + economia em suas viagens.

Como adquirir o cartão +Brasília Cidadã?

O cidadão poderá comparecer em um dos 20 postos de atendimento espalhados pela cidade (confira os endereços dos postos) com RG e CPF. No ato da retirada do cartão é necessário apresentar os documentos de identificação pessoal e realizar uma carga mínima de crédito no valor de R$ 10.

Caso eu perca meu cartão, como procedo com o bloqueio?

Basta clicar aqui e solicitar o bloqueio do seu cartão. Seus créditos, até a validação do bloqueio no sistema serão preservados e poderão ser associados a sua segunda via do cartão.

Como faço para solicitar uma segunda via do meu cartão?

Basta ir a um dos postos do DFTrans (confira aqui), após 48 horas do bloqueio, com o documento de identidade e CPF. Em todos os casos de 2ª via, será cobrada uma taxa de R$ 17,50 a título de indenização para a substituição do cartão. O pagamento da 2ª via deverá ser realizado como depósito identificado em qualquer agência do BRB ou no BRB Conveniência (Conta Corrente nº 063-007146-2), em nome do DFTrans. No caso de menor de 18 anos, o responsável legal poderá retirá-lo devendo apresentar documento para comprovação.

Ainda não tenho meu cartão, posso comprar pela internet?

Não. Não há aquisição de cartões pela internet, apenas recarga de créditos através do site do Bilhete Único.

Sou uma empresa. Posso comprar o cartão +Brasília Cidadã para os meus funcionários?

Não. Para empresas, deve-se utilizar o cartão +Vale-Transporte. O empregador solicita ao DFTrans a emissão de cartão +Vale-Transporte. Após concluída a emissão, o empregador se dirige até o posto da Galeria do Estado do DFTrans para realizar a retirada do cartão. O funcionário da empresa também poderá fazer a retirada do seu cartão no Posto da Galeria, basta apresentar RG e CPF.

Quem tem direito ao cartão +Vale-Transporte?


Este cartão é destinado aos funcionários que têm direito ao recebimento do vale transporte do seu empregador, conforme a Lei nº 7.418/1985.

Como cadastrar a sua empresa?

A empresa deverá acessar o Sistema TDMAX, no site do DFTrans, e clicar no link "Não Sou Cadastrado". O sistema irá abrir uma tela de cadastramento inicial da empresa. Ao término, clique em "Incluir" e o sistema irá enviar uma mensagem eletrônica para o e-mail cadastrado.

Como cadastrar os seus funcionários?

Entre novamente no sistema, agora utilizando o login e a senha enviados ao e-mail cadastrado e siga os passos que estarão dispostos na página inicial do sistema Web Commerce.

Fiz o cadastro dos funcionários da minha empresa e estou aguardando os cartões +Vale-Transporte. Como saber o andamento do processo? Como saber se os cartões estão prontos?

Verifique no Web Commerce por meio da opção compra. A situação do cartão está relacionada à coluna "Cartão". Se aparecer a informação "Sem Cartão", significa que ele ainda se encontra em fase de produção. Senão, o cartão já estará pronto.

Como retirar os cartões prontos e quem pode retirá-los?

Em até 7 dias úteis, os cartões +Vale-Transporte podem ser retirados no posto de atendimento do DFTrans localizado na Galeria dos Estados pelos titulares/responsáveis da empresa ou pelo titular do cartão, mediante a apresentação de documento oficial com foto.

A opção de entrega do cartão +Vale -Transporte pode ser feita via correio?

Não. Somente no posto de atendimento do DFTrans localizado na Galeria dos Estados.

Como consultar o saldo do cartão?

O saldo dos cartões só é verificado por meio do validador no ônibus. Caso o funcionário tenha alguma dúvida sobre o valor creditado em seu cartão, deverá procurar o departamento de recursos humanos de sua empresa.

O funcionário entrou de férias e/ou está de licença médica e durante este período a empresa optou por não fornecer este benefício, como faço para não inserir créditos para ele?

Basta não selecionar o nome do funcionário no momento em que estiver fazendo o processo de compra do mês.

Quem tem direito ao cartão +Especial?


De acordo com a Lei Distrital nº 4.887/12, têm direito à gratuidade no transporte público coletivo, no transporte público alternativo e no metrô pessoas com insuficiência renal e cardíaca crônica, portadores de câncer, de vírus HIV e de anemias congênitas (falciforme e talassemia) e coagulatórias congênitas (hemofilia) e pessoas de baixa renda com deficiência física, sensorial ou mental nas condições especificadas nas Leis nº 453, de 8 de junho de 1993, nº 773, de 10 de outubro de 1994, e nº 566, de 14 de outubro de 1993.

O acompanhante somente terá direito ao transporte gratuito, quando estiver especificado em formulário preenchido pelo médico.

De acordo com o Decreto nº 36.236, de 1º de janeiro de 2015, o órgão responsável pelo cadastramento e pelo deferimento das gratuidades é a Secretaria de Estado de Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humano (Sedestmidh). O DFTrans apenas confecciona o cartão.

Como posso adquirir o cartão +Especial?

Preencha o formulário (que pode ser adquirido na estação 112 Sul do Metrô ou aqui) e apresente os seguintes documentos:

Laudo Médico: Formulário específico para a obtenção do passe livre fornecido no endereço eletrônico da Sedestmidh e do DFTrans.

RG e CPF. É obrigatória a apresentação do CPF. Se a criança não possuir RG, levar certidão de nascimento.

Comprovante de Residência: O comprovante de residência deve ser atual, podendo ser conta de luz, telefone ou qualquer correspondência recebida pelo correio em nome do requerente. Se o comprovante for no nome do cônjuge, trazer cópia da certidão de casamento. Caso o requerente não tenha nenhum comprovante em seu nome, trazer declaração de residência assinada pelo dono do imóvel, com a firma reconhecida em cartório. É obrigatório conter o CEP.

Comprovante de Renda: Carteira de Trabalho. Caso o requerente não trabalhe, nem possua nenhuma outra renda, deverá levar as cópias das seguintes páginas da Carteira de Trabalho: a que contém a foto, a qualificação civil, o último contrato dado baixa e a próxima página que deverá estar em branco.

Contracheque: Caso o requerente esteja trabalhando com carteira assinada, trazer o último contracheque.

Extrato do INSS: Se for aposentado ou pensionista, o requerente deverá trazer o extrato do benefício do INSS, que pode ser retirado nos postos do NA HORA.

Todos os documentos solicitados deverão ser apresentados (originais e cópias) somente na estação do Metrô da 112/212 Sul.

Como faço para solicitar uma segunda via do meu cartão +Especial?

Basta ir a um posto da estação do Metrô da 112/212 Sul, após 48 horas do bloqueio, com o documento de identidade e CPF. Em todos os casos de 2ª via, será cobrada uma taxa de R$ 17,50 a título de indenização para a substituição do cartão. O pagamento da 2ª via deverá ser realizado como depósito identificado em qualquer agência do BRB ou no BRB Conveniência, Conta Corrente nº 063-007146-2, em nome do DFTrans.

Quem tem direito ao cartão +Estudante?


Conforme a Lei nº 4.462, de 13 de janeiro de 2010, Art. 1º – fica assegurado aos estudantes do ensino superior, médio e fundamental da área urbana e rural, inclusive alunos de cursos técnicos e profissionalizantes com carga igual ou superior a 200 horas aulas, reconhecidos pela secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal ou pelo Ministério de Educação e alunos de faculdades teológicas ou instituições equivalentes, os quais residam ou fazem estágio obrigatório a mais de um quilometro do estabelecimento em que estejam matriculados.

Fonte: Secretaria de Mobilidade