DF: Empresas e rodoviários não entram em acordo sobre reajuste salarial

As empresas de transporte público do Distrito Federal e o Sindicato dos Rodoviários se reuniram, pela última vez, na tentativa de conciliação. 

O encontro aconteceu no fim da tarde desta sexta-feira (15), na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 10 Região (TRT10), mediado pela vice-presidente da Corte no exercício da Presidência, desembargadora Maria Regina Machado Guimarães. 

Na ocasião, as partes não entraram em acordo e, por isso, na próxima segunda-feira (18), às 10h, a audiência de conciliação inicial realizada em 28 de agosto – que havia sido suspensa para a rodada de negociações – será oficialmente encerrada.

No fim da reunião, a desembargadora Maria Regina fez uma nova proposta às partes, que prevê 4,75% de reajuste salarial, 5% de aumento no ticket alimentação, 5,5% na cesta básica, 13,55% no plano de saúde e 13,55% no plano odontológico.

O membro do Ministério Público do Trabalho presente à reunião, Carlos Eduardo Brisolla, também apresentou proposta de acordo semelhante, diferindo apenas na forma de concessão do reajuste salarial, para o qual sugeriu um escalonamento da seguinte forma: 4% de maio a setembro e 5% a partir deste mês em diante. 

Segundo a vice-presidente do Tribunal, as partes deverão se posicionar sobre as propostas na segunda-feira.

Fonte: TRT 10ª Região