Goiânia: CEI do Transporte vai ao Paço soliticar apoio para Fundo

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) do Transporte Coletivo decidiu na reunião ordinária desta sexta-feira, 18, a convocação do último depoente, Décio Caetano, para o próximo dia 25 de agosto. Ele é presidente do Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo (Set) e representa as entidades que operam o transporte coletivo da região metropolitana.

Também ficou acertado com o prefeito Iris Rezende a ida da comissão ao Paço na próxima segunda-feira, em horário a ser agendado, para solicitar apoio do Executivo à implantação do Fundo de Transporte, que já teve adesão do governador Marconi Perillo, segundo informou o vereador Clécio Alves (PMDB), que preside a CEI.

“Vamos formalizar a proposta de que parte da renda do parquímetro e da regularização do Uber seja destinada para compor o fundo”, adiantou Clécio, atendendo o pedido do colega de comissão, Vinícius Cirqueira (Pros), que defendeu que o fundo possa englobar a gestão de todo o sistema de transporte, inclusive de passageiros individuais e os terminais.

Anselmo Pereira (PSDB), relator da CEI defendeu o subsídio governamental para compor os valores das tarifas dos ônibus, já que as gratuidades concedidas atualmente, como para estudantes, idosos e deficientes, não estão sendo repassadas pelas prefeituras às empresas que operam o sistema de transporte. “Vamos com isso impedir que as empresas aumentem as passagens”, afirmou.

Outra proposta adiantada pelo relator é a criação de uma Patrulha de Segurança para o Transporte Público para “fazer a gestão da insegurança de passageiros tanto intraônibus como da parte externa”. Para tal, pretende se reunir com o Comando Geral da Polícia de Goiás.

Fonte: Câmara Municipal de Goiânia