Goiânia: CEI do Transporte busca apoio do Estado para proposta de subsídio no transporte metropolitano

Rápido Araguaia - 50422
Por Rafael Martins

Membros da CEI do Transporte da Câmara Municipal de Goiânia procuraram o governador governador Marconi Perillo (PSDB) para pedir apoio nas medidas para melhorar o transporte metropolitano.

Dentre as sugestões apresentadas está no subsídio do poder público e a criação de um Fundo de Transporte Público, através da destinação de um percentual do IPVA. Este fundo poderá financiar os investimentos em infraestrutura do transporte e subsidiar a tarifa para os usuários.

Outra alternativa a ser proposta para o Fundo seria a instalação de parquímetros com um percentual das receitas por eles obtidas sendo destinadas ao fundo do transporte urbano.

A terceira proposta da CEI é a criação de uma tarifa técnica (tarifa de remuneração). A tarifa de remuneração é o custo total do transporte coletivo, cujo cálculo integra o custo real do serviço somado a remuneração do operador.

Dos investimentos do Governo de Goiás no transporte metropolitano, destaca-se o custeio integral do Passe Livre Estudantil, além do subsídio de 50% do valor da tarifa vigente no Eixo Anhanguera e suas extensões. Outra medida do governo estadual foi isentar as concessionárias do ICMS sobre o óleo diesel.

Segundo o Set, as empresas de ônibus atualmente estão recebendo apenas cinco por cento dos 25% a que tem direito, pois o Estado de Goiás está ressarcindo apenas o que é gasto com o Passe Estudantil. Existem outras categorias que gozam das gratuidades, porém elas não são subsidiadas pelo poder público como idosos e deficientes físicos.