DF: Se não tiver uma proposta, haverá novas paralisações; avisa Sindicato dos Rodoviários

Por Rafael Martins

O brasiliense que precisa utilizar os ônibus vai encontrar o serviço em pleno funcionamento nas próximas 48h. Isto porque nesta quarta-feira (30) está marcado no TRT a audiência de conciliação entre sindicato e empresas de ônibus.

Por meio de nota, o Sindicato informou que caso não haja uma proposta das empresas que contemple a categoria, novas manifestações serão realizadas. “Até amanhã (30), não faremos nenhum movimento. Se não tiver uma proposta, vamos ficar livres para realizar nossas ações a partir de quinta-feira (31)”, afirma o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Jorge Farias.

Além do sindicato e empresas de ônibus, o secretário de Mobilidade, Fábio Damasceno, foi intimado para a nova audiência, em que deverão ser discutidas as reivindicações da categoria dos rodoviários.

De acordo com as concessionárias do transporte de Brasília, os rodoviários já receberam aumento de 4% em julho, para cobrir a inflação.

Em julho, os rodoviários aprovaram a proposta dos empresários de 4% de reajuste nos salários, cesta básica, vale-alimentação e plano de saúde e odontológico, retroativa a maio em audiência de conciliação no TRT; porém segundo a entidade sindical a reivindicação de aumento de 10% na remuneração e 20% nos benefícios iria continuar. 

Na época, o Sindicato dos Rodoviários não descartou eventuais paralisações para pressionar os empresários de ônibus a apresentarem uma proposta de reajuste que satisfizesse a categoria.