Anápolis: Tarifa de ônibus poderá ter redução na cidade com PLE, diz Roberto Naves

Urban - 81086
Por Rafael Martins

Em solenidade no lançamento do Passe Livre Estudantil - PLE ontem (3), o prefeito Roberto Naves (PTB) agradeceu o fato do governador ter trazido o benefício para a cidade.

De acordo com ele, o benefício ira desonerar a composição dos custos da tarifa de ônibus, já que a meia passagem dos estudantes, cujo custo era distribuído entre todos os usuários do sistema de transporte público, agora ficará coberta pelo Passe Livre. 

“Isso repercute muito na vida de cidade e nos dá mais maleabilidade na hora de negociar um futuro reajuste, no que diz respeito à passagem de ônibus, podendo torná-la mais barata. E facilita a vida dos estudantes também, porque sabemos que a educação é a base de tudo”, afirmou ao Goiás Agora, portal de notícias do governo. 

Recentemente, a Prefeitura de Anápolis regulamentou as gratuidades concedidas em lei, porém sem fonte externa para seu custeio. Todas as gratuidades regulamentadas estão diluídas na composição da tarifa para ser rateada entre os passageiros pagantes. 

Passe Livre Estudantil

O procedimento para a realização do cadastro do Passe Livre Estudantil (PLE), benefício concedido pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Governo (Segov) é simples. Estudantes matriculados em escolas públicas e particulares ou universidades têm direito à passagem grátis no transporte coletivo.

O único requisito para o estudante ter acesso ao PLE é possuir o Passe Escolar da Urban. Caso o estudante não seja cadastrado no sistema da Urban ou não renovou seu cartão, clique aqui.

A previsão para Anápolis é que sejam realizados 15 mil cadastros, com estimativa de custo mensal de R$ 650 mil e de R$ 3,3 milhões até dezembro deste ano.

As datas de inicio e fim do cadastro serão anunciadas pela Secretaria de Governo, gestora do Programa Passe Livre Estudantil.

Serão concedidas 48 viagens por mês para cada aluno, não acumulativos, isto é, a quantidade consumida em um mês será reposta no mês seguinte. 

O programa atende somente os meses regulares de ensino, ficando de fora o mês de julho e parte do mês de dezembro, sendo pago nesses meses somente os dias informados pela instituição de ensino.