Anápolis: Projeto de plataformas de pontos de ônibus na Avenida Brasil passa por adequação

Três plataformas que servirão de base para seis pontos de ônibus, na Avenida Brasil Sul, estão sendo substituídas, ainda na fase de construção, por não atenderem às especificações técnicas do projeto original, que prevê altura de 28 cm da base e não os 15 cm que foram apresentados pela construtora. Essa é uma demonstração do rigor adotado pela atual gestão na fiscalização da execução das obras do Plano de Mobilidade Urbana e, nesse caso, toda a preocupação com a segurança do usuário do transporte coletivo. A altura deve ser compatível com a do ônibus.

É importante ressaltar que a reconstrução não irá implicar em qualquer tipo de gasto ou pagamento extra. Nesse caso, a Prefeitura fará as medições quando forem concluídas as nove plataformas do eixo da Avenida Brasil Sul, que abrigarão 18 pontos de ônibus. No lado oposto, no eixo da Brasil Norte, outras nove serão construídas dentro dos mesmos padrões. Cinco delas, estão em fase adiantada.

Outros cinco eixos nas avenidas Universitária, São Francisco, JK, Presidente Kennedy e Pedro Ludovico, que fazem parte do Plano, já estão recebendo os novos abrigos, projetados em três modelos: convencional, com calçada avançada e plataforma (paradas duplas). Até agora, 54 já foram instalados, sendo 38 na Avenida Pedro Ludovico, dez na JK e seis na São Francisco. São 180 abrigos previstos.


Fora dos corredores do Plano de Mobilidade Urbana já estão sendo substituídos os abrigos das paradas de ônibus mais deterioradas. Desde o final do mês de julho, dezenas já foram trocadas. Esse ritmo deve continuar até o mês de dezembro.

Fonte: Prefeitura de Anápolis