Goiânia: Motoristas aprovam greve para a próxima segunda (15)

Terminal Garavelo
Por Rafael Martins

Foi aprovada na manhã deste domingo (07) a greve geral por tempo indeterminado dos motoristas do transporte metropolitano de Goiânia, a partir do dia 15/05.

De acordo com o Sindittransporte, entidade que representa a categoria, a decisão foi tomada por que até agora o SET, que representa as concessionárias, se nega a negociar a convenção coletiva de trabalho deste ano e cuja data base é 1º de março. Os trabalhadores, através do sindicato, apresentaram suas reivindicações no final do mês de janeiro.

As discussões com as empresas concessionárias não avançaram devido a indefinição no reajuste da tarifa; já que as mesmas informaram que só poderão iniciar as negociações após a definição do novo valor.

Os motoristas reivindicam que seus salários sejam reajustados com o dobro da inflação do período e que o ticket alimentação seja reajustado em 25%, além da manutenção das demais cláusulas da CCT anterior.

O Sindittransporte reitera a necessidade de que as empresas apresentem uma proposta aos trabalhadores no decorrer desta semana evitando uma greve. Uma nova assembleia geral poderá ser convocada a qualquer momento ou assim que o SET apresentar uma contra proposta.

A CMTC já enviou a planilha de custos com a nova tarifa para a CDTC, colegiado responsável por deliberar sobre o reajuste.

O presidente da CDTC, Gustavo Mendanha, anunciou na última semana que será feita uma reunião para discutir as melhorias do transporte, antes de dar a palavra final sobre o reajuste da tarifa. Ainda não há previsão de quando a Câmara se reunirá.