Anápolis: Sindicato ameaça greve no transporte coletivo

Urban - 73644
Por Rafael Martins

O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Município de Anápolis (Sittra) marcou para o dia 4 de junho uma assembleia para decidir sobre uma eventual greve no transporte coletivo em Anápolis.

O motivo da paralisação, segundo a entidade sindical, dá-se pela falta de negociação com a Urban sobre o acordo coletivo de trabalho e reajuste salarial que deveria ser aplicado em 1º de março. "Passado mais de três meses e meio, da data do envio de nossa pauta de reivindicações, e realizadas várias reuniões, a Urban efetivamente, não nos apresentou nenhuma proposta, que sempre fica para depois. O desinteresse da Urban, pela negociação coletiva, nos obriga a acreditarmos que ela quer nos empurrar para a greve", diz a nota divulgada por Adair Rodrigues, presidente do Sittra. 

A categoria reivindica o reajuste de 25% sobre o ticket alimentação, 10% de reajuste salarial, 3% de anuidade, além do plano de saúde.

A última paralisação que o transporte coletivo de Anápolis enfrentou foi em 10 novembro de 2015. Na época, segundo os trabalhadores da Transportes Coletivos de Anápolis (TCA), antiga empresa do sistema, o vale alimentação não era pago há cerca de 20 dias. Eles não deixaram nenhum ônibus sair da garagem e os usuários foram prejudicados. A situação foi normalizada no início da tarde, quando a empresa efetuou o pagamento e os ônibus circularam normalmente.