Goiânia: Após recomendação do Ministério Público, CMTC realiza fiscalização nos terminais

Terminal Garavelo
Por Rafael Martins

A CMTC iniciou na tarde desta segunda-feira (10), o controle e fiscalização dos serviços prestados pelas empresas concessionárias do transporte metropolitano. A medida é em resposta ao pedido do Ministério Público na semana passada, quando o órgão interveio na discussão da tarifa da região metropolitana de Goiânia em que fez uma série de recomendações.

Ao Jornal Anhanguera, o presidente da CMTC, Fernando Meirelles, garantiu que a tarifa metropolitana não será reajustada enquanto não houver qualidade no serviço.

Desde a última terça-feira (04), uma frota de 44 ônibus está reforçando as linhas nos principais terminais da região metropolitana nos horários de pico. Para o Ministério Público, o número de ônibus disponibilizado é insuficiente.

Seguindo a recomendação do órgão, o RedeMob Consórcio já colocou nos terminais cerca de 104 organizadores de fila. Está prevista para hoje, às 10h, uma reunião entre MP, CMTC e concessionárias do transporte.