Goiânia: Um furto por hora no transporte metropolitano

Por Rafael Martins

Dados da Secretaria de Segurança Pública de Goiás, divulgados pelo jornal O Hoje, revelam índices assustadores: a cada hora, um passageiro é furtado no transporte coletivo da região metropolitana Goiânia. 

Segundo a Central de Segurança em Transporte do RedeMob Consórcio, em 2016, 5.864 pessoas foram vítimas furto nos ônibus e terminais enquanto utilizavam o serviço. Já o número de roubos, ou seja, quando a vítima é abordada e ameaçada, foram 818 casos. Já nos dois primeiros meses deste ano, foram 715 registros de furtos.

As ocorrências concentram-se principalmente no Eixo Anhanguera e suas extensões. O grande número de passageiros que circulam diariamente por estas linhas, tornam atrativo a ação dos marginais. Segundo a PM, grande parte dos delitos acontecem no tumulto para embarcar nos ônibus.

Outro agravante são os arrastões nas linhas das extensões do Eixo Anhanguera. Passageiros relatam uma rotina de apreensão e medo quando precisam utilizar os ônibus, sobretudo a noite, já que os assaltos ocorrem sempre após os coletivos passarem do Posto da Polícia Rodoviária Estadual.

A PM orienta evitar expor os pertences com grande valor material ou transportar bolsas e mochilas nas costas. Se a pessoa estiver com a bolsa na frente do corpo e demonstrar estar atenta ao que está acontecendo a sua volta, os assaltantes descartam a vítima, pela dificuldade que a ação irá gerar.

Na última semana, o RedeMob Consórcio informou que o Comando de Policiamento Rodoviário intensificou a segurança nas GOs 060 e 070 por onde passam as extensões que vão para Trindade e Goianira. O objetivo é coibir a ação de criminosos na região, em especial no transporte público coletivo, visando a redução de roubos e furtos a passageiros e ameaças a motoristas.

Ao todo o transporte público da Região Metropolitana de Goiânia possui 1.586 câmeras, distribuídas nos 19 terminais e nos ônibus que circulam pela RMTC. Apenas a Viação Reunidas possui câmeras em toda sua frota. Nas demais empresas, somente os 90 ônibus novos apresentados em 2015/2016 contam com os equipamentos. Desta forma, quando é evidenciado alguma atitude suspeita, são acionados os vigilantes ou a Polícia Militar que faz rondas especiais nos terminais e estações.

O RedeMob Consórcio tem convênio com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e possui um posto de atendimento dentro do Centro Integrado de Inteligência Controle e Comando (CIICC) que agiliza o atendimento das ocorrências. A parceria foi iniciada em março de 2014 e, até fevereiro deste ano, já recebeu e encaminhou as autoridades policiais 12.639 denúncias que resultaram em 487 detenções.

Os passageiros também podem fazer denúncias pelo Whatsapp através do número 9.8591-8952. O serviço funciona todos os dias das 4h30 à 1h da madrugada e trata exclusivamente de denúncias relacionadas à segurança pública dentro de ônibus, terminais e estações.