DF: Reunião entre distritais e empresas de transporte termina em impasse

Empresários do sistema de transporte público do Distrito Federal se reuniram, nesta terça-feira (31/1), com deputados distritais na Câmara Legislativa para discutir o preço do repasse feito pelo GDF. A intenção dos parlamentares era confirmar a argumentação do Executivo, que alegou a necessidade de reajustar as tarifas devido aos repasses às empresas.

Mas os parlamentares saíram frustrados do encontro. Barbosa Neto, representante da associação que representa os empresários, a Transit, afirmou que não cabe a eles reivindicar a redução do preço das passagens, uma vez que a decisão é exclusiva do governo.

“Nós não recebemos um centavo a mais por esse reajuste. Ele serviu para aliviar o governo, que paga os subsídios advindos das gratuidades. Nosso papel é dar melhores condições para o usuário e a discussão sobre o assunto já foi feita pelos Três Poderes”, afirmou Barbosa Neto.

O deputado Raimundo Ribeiro (PPS), vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito do Transporte, encerrada no ano passado, criticou a postura dos representantes dos empresários. “Não entendo o posicionamento deles. Dizem que é o GDF quem tem que definir o assunto, mas não abrem mão do reajuste.”

Em 2016, o governo repassou às empresas, entre valores da tarifa técnica e das gratuidades para portadores de necessidades especiais (PNEs) e estudantes, cerca de R$ 600 milhões. Parte da verba foi autorizada pelo Legislativa em forma de lei aprovada na Casa.

Uma nova conversa, ainda sem data para ocorrer, será marcada entre os distritais e representantes dos empresários.

Fonte: Portal Metrópoles