DF: Painéis em 15 estações de metrô informam tempo para a chegada dos trens

Rômulo Santiago só pôde ser entrevistado para esta matéria porque sabia que faltavam quatro minutos para a chegada do trem que o levaria ao trabalho. O analista de sistema de 24 anos foi um dos primeiros a consultar um dos 59 painéis que começaram a funcionar nesta quarta-feira (15) em 15 estações do metrô de Brasília.

“Eu pego ônibus e, depois, metrô. [A novidade] vai ajudar bastante a me programar caso seja necessário avisar meu chefe sobre um possível atraso”, comentou o morador de Valparaíso (GO), que trabalha em Taguatinga e pegou o vagão exatamente nos quatro minutos estimados nos visores.

Os painéis foram inaugurados hoje nas Estações 114 Sul, Águas Claras, Arniqueiras, Central, Ceilândia Centro, Ceilândia Sul, Concessionárias, Furnas, Galeria, Guará, Metropolitana, Praça do Relógio, Shopping, Terminal Ceilândia e Terminal Samambaia.

Custo zero para o governo

A medida foi desenvolvida pelo Departamento de Planejamento e Estudos da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), em parceria com outros setores do órgão. “Faz parte de uma série de ações que adotaremos para a modernização do sistema”, disse o presidente da empresa pública, Marcelo Dourado. Não houve custos para o governo, e os equipamentos, no valor aproximado de R$ 600 mil, foram pagos com verbas de emendas parlamentares dos deputados distritais Chico Leite (Rede) e Telma Rufino (PROS).

O que Dourado chama de modernização do sistema de informação está dividido em três etapas. A primeira corresponde à instalação dos monitores. A seguinte é a expansão, até o fim do ano, para as outras nove estações metroviárias. Por fim, um aplicativo para tablets e smartphones vai garantir ao usuário o acesso a esse tempo de espera.

Painel experimental na Estação Arniqueiras

Em 21 de abril de 2016, um painel experimental foi instalado na Estação Arniqueiras e funcionou por 60 dias. Em seguida, o Metrô-DF lançou edital de licitação para adquirir os monitores.

“O processo para desenvolver esse sistema começou há cerca de dois anos, e a ideia, a partir de agora, é aprimorar a informação nas telas”, enfatizou o chefe da Divisão de Estudos e Gerenciamento de Informações, Leonardo Moy Alves Berardinelli.

Segundo ele, essa era uma demanda antiga dos usuários do sistema, que informaram, por meio de pesquisa interna, que gostariam de saber os horários. Já a inspiração veio dos equipamentos usados em diversas partes do mundo, como na Europa, nos metrôs de Londres, Madri e Paris.

Pelo WhatsApp do Metrô-DF — (61) 99220-0176 —, é possível encaminhar sugestões, informações e reclamações sobre o serviço metroviário de Brasília. Além desse canal, há o (61) 3353-7373 e a Ouvidoria do governo de Brasília, pelo site ou pelo telefone 156.

Fonte: Agência Brasília