DF: Passageiros que usam cartão do Metrô continuam pagando mais caro pela tarifa

Apesar do GDF ter voltado atrás e revogado o aumento das passagens no transporte público, nesta quarta-feira (18), passageiros do Metrô reclamavam que o valor não foi reajustado no sistema e as passagens nos cartões estavam sendo cobradas no valor antigo, de R$ 5. Entretanto, ao ir até o caixa os usuários conseguiam comprar o bilhete já no valor atualizado, de R$ 4.

Este foi o caso da analista de engenharia, Raquel Lopes, que embarcou na estação Concessionárias e se assustou ao ver a catraca do Metrô registrando a tarifa mais cara.

"Me sinto frustrada. Eu ouvi na rádio que a passagem já estava com o preço reduzido, mas ai eu fui passar na estação e vi que tava cobrando o valor anterior. Eu me sinto lesada porque acho que eles não vão ter controle disso", afirmou.

O mesmo aconteceu com o técnico de informática, Vinícius Rodrigues. Ele disse que estava monitorando a situação das tarifas, e foi pego de surpresa quando viu o valor sendo cobrado a mais. Vinícius fez uma reclamação no site do DFTrans, mas não está muito esperançoso com a resposta.

"Abri uma reclamação no DFTrans para ter esse ressarcimento. Ainda não houve resposta, como sempre o serviço público vai empurrar com a barriga e talvez daqui uma semana responder a reclamação", disse.

Em nota, o Metrô afirmou que as tarifas de R$ 5 estão sendo cobradas apenas para "alguns cartões flex que continham créditos carregados antes da 0h desta quarta-feira". Segundo o Metrô, o problema está sendo resolvido e os usuários que tiveram a tarifa antiga cobrada, podem solicitar ressarcimento na Ouvidoria.

Fonte: G1 DF