Goiânia: Cartão Sitpass Expresso é criado para atender 1% dos usuários do transporte coletivo

A Região Metropolitana de Goiânia conta com cerca 2 mil pontos de venda Sitpass, 41 bilheterias nos terminais de integração, 66 máquinas de autoatendimento e vendas via internet, tudo estruturado com a finalidade de atender quem necessita utilizar os serviços da RMTC. Atualmente, 99% dos usuários adquirem o Sitpass antes de embarcar nos ônibus.

O Cartão Sitpass Expresso foi criado para atender especialmente esta parcela de 1% dos usuários, sem Sitpass, que permanecem no salão dianteiro dos ônibus dificultando a viagem dos demais usuários e, em muitos casos, atrapalhando a condução do veículo.

A compra do Cartão Sitpass Expresso é de escolha facultativa do usuário. O Cartão Fácil é o modo mais utilizado para embarcar nos ônibus da Região Metropolitana de Goiânia. A primeira via do Cartão Fácil é inteiramente grátis, entregue no ato da solicitação e pode ser feita em qualquer um dos milhares de pontos de vendas Sitpass, bastando apresentar o CPF e um documento com foto.

O Cartão Sitpass Expresso não tem nenhuma vinculação com o Cartão Metrobus, são produtos Sitpass distintos, para atender necessidades distintas. O Expresso é uma solução adotada para atender às necessidades de uma pequena parcela dos usuários da Região Metropolitana de Goiânia que, eventualmente, por alguma razão, não adquiriram externamente o Sitpass antes do embarque; Já o Metrobus é um benefício concedido pelo governo estadual que garante a meia tarifa aos usuários do Eixo Anhanguera.

O novo cartão tem um caráter complementar, já que não substitui nenhum outro cartão da Rede, e deve ser usado em caso de excepcionalidade. Inicialmente, de caráter experimental, será disponibilizado nas linhas dos terminais Maranata, Recanto do Bosque e Nerópolis, a partir de 15 de novembro, e será expandido gradativamente para os demais terminais da Rede.

O Cartão Sitpass Expresso permite apenas uma viagem, não é recarregável e será comercializado pelo valor de R$ 5,50, somente pelo motorista dentro do ônibus devidamente parado. O motorista será remunerado em programa de participação em resultados, de acordo com a quantidade de cartões vendidos. O foco principal é melhorar o atendimento ao usuário.

A passagem continua R$ 3,70, não há aumento da tarifa atual. O usuário será ressarcido do valor de R$ 1,80 mediante a devolução do cartão, oportunidade em que será ofertada gratuitamente a primeira via do Cartão Fácil.

Os usuários podem optar pelo resgate em dinheiro ou o valor de R$ 1,80 creditado no próprio Cartão Fácil. Considerando que o Cartão Sitpass Expresso deve ser utilizado excepcionalmente, cada pessoa pode fazer o reembolso de até 4 cartões por mês, a qualquer tempo, mas o esperado é que ao procurar uma bilheteria para realizar o reembolso o usuário obtenha gratuitamente seu Cartão Fácil.

Para ter o reembolso de R$ 1,80 é fácil e imediato, basta o usuário devolver o Cartão Sitpass Expresso em qualquer uma das bilheterias dos terminais de integração ou na Loja Sitpass – localizada na Rua 4, nº 515, Edifício Pathernon Center, Centro.

O Cartão Sitpass Expresso foi instituído pela CMTC. Não representa aumento da tarifa e tampouco incremento da receita das concessionárias. Ele não beneficia as empresas de ônibus. O único beneficiado é o usuário esporádico da Rede Metropolitana de Transporte Coletivo.

Fonte: RedeMob Consórcio