Entorno DF: Passageiros 'rendem' suspeito após assalto a ônibus na BR-070, diz PM

Passageiros renderam um homem suspeito de assaltar um ônibus neste domingo (27) na BR-070, em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Militar, o homem entrou no veículo com uma faca, deu voz de assalto e começou a pegar o dinheiro de quem estava a bordo. Durante a ação, um idoso reagiu, derrubando o suspeito.

“Ele ameaçava os passageiros com a faca o tempo todo e recolheu uma boa quantia de dinheiro, já que abordou todos que estavam no veículo. Até que uma pessoa o empurrou. Ele caiu e a faca escapuliu da mão dele. O pessoal rendeu o homem, agarrando ele no chão e chamaram a polícia”, disse ao G1 o sargento José Eduardo da Fonseca, comandante do 17º batalhão da PM.

O caso aconteceu nesta manhã no Setor Santa Lúcia, em uma área utilizada como estação de embarque e desembarque dos ônibus. De acordo com a PM, o veículo viajava de Taguatinga para Águas Lindas de Goiás no momento do assalto. A corporação foi acionada e prendeu o suspeito logo após a chegada do ônibus no local.

“Assim que a população segurou o rapaz, já foram resgatando o dinheiro que ele havia roubado e cada um teve seu valor recuperado antes mesmo de levarmos ele para a delegacia da cidade”, contou o sargento.

O homem foi levado para a delegacia da cidade, onde foi autuado em flagrante por roubo.

Violência

O trecho da BR-070 onde aconteceu o assalto é considerado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) como um dos mais violentos em rodovias federais do país. Em 2015 foram registradas, segundo o órgão, 22 ocorrências no trecho da rodovia que cruza o estado – o que representa 8% do total de crimes do gênero praticados em todo o Brasil no ano passado (260).

Em fevereiro deste ano o G1percorreu os principais pontos de ônibus da região e conheceu histórias de passageiros e motoristas que foram vítimas da violência no transporte coletivo da cidade.

Entre as histórias estava a do laqueador de móveis Marcos Rodrigues, de 51 anos, que disse que se recordava todos os dias dos momentos de tensão vividos dentro de ônibus na rodovia. Ele viajava com o filho quando foi surpreendido por assaltantes. “Roubaram dinheiro, aliança, tudo. Medo é pouco para o que a gente sente”, contou.

Fonte: G1 GO