Goiânia: Motoristas e empresários chegam a acordo e greve no transporte intermunicipal é suspensa

Foi realizada na tarde desta segunda-feira (17) no Tribunal Regional do Trabalho da 18ª região uma audiência de conciliação entre trabalhadores do transporte intermunicipal e representantes das empresas. Os motoristas cobravam reajustes. Houve acordo entre as partes e desta forma a greve prevista para esta terça-feira (18), foi suspensa.

Acordo

Ficou acordado uma reajuste de 9,49% no salário da categoria. A diferença será paga nos contracheques dos meses de janeiro, fevereiro, março e abril. Também ficou acertado 15% de aumento no ticket alimentação retroativos a primeiro de agosto.

Os trabalhadores cobravam reajuste de 11% do salário, 20% no ticket alimentação e R$ 100 mensais de gratificação, retroativo a fevereiro. Já o sindicato Interestadual de Passageiros de Goiás (Setrinpe) ofereceu 9,49% de reajuste, em duas parcelas retroativas a setembro e outubro, 10% de atualização no ticket alimentação e sem gratificação.

Nesta segunda-feira pela manhã, houve uma audiência de conciliação no Ministério Público do Trabalho, mas não houve acordo na ocasião.

Ameaça de greve

Por conta do impasse, os funcionário deliberaram em assembleia por uma greve que estava marcada para esta terça (18). Os motoristas pretendiam iniciar a paralisação pelas linhas: Goiânia-Anápolis e Goiânia-Inhumas. As duas são de grande fluxo de passageiros.

Fonte: Diário de Goiás