Goiânia: Passageiros reclamam de insegurança em pontos de ônibus na região da Rodoviária

Passageiros de ônibus reclamam da insegurança nos pontos de ônibus na região da rodoviária, em Goiânia. Algumas pessoas denunciam que criminosos fazem arrastões, levando dinheiro e pertences das pessoas que aguardam o transporte coletivo.

Os passageiros dizem que precisam andar segurando a bolsa ou mochilas, observando o tempo todo se alguma pessoa se aproxima para cometer algum roubo. Estudantes de uma faculdade próxima do cruzamento da Avenida Independência com a Rua 44 também relatam a violência.

“Eles chegaram, abordaram a gente já pedindo para passar tudo que nós tínhamos. Teve um colega que tentou esconder e quase foi agredido. Eles colocaram a mão na cintura, simulando como se fosse atirar na gente. Tivemos que entregar tudo”, disse o estudante Marcelo Luis Deditte.

Alguns universitários, com medo da violência, chegaram a mudar o horário de aulas do turno da noite para de manhã, para fugir da onde de assalto. Eles dizem que viaturas da Polícia Militar não passam pela região.

Em outro ponto, a professora Iraci Garbim conta que vários fatores contribuem para o sentimento de insegurança. “Tem apenas uma luz no posto, e debaixo das árvores fica escuro, então ficam algumas pessoas sentadas e você nunca sabe quem é. Tinha que ser mais iluminado”, disse.

A Polícia Militar informou que desde o início do ano, 92 foragidos da Justiça foram recapturados apenas na região. A corporação disse ainda que vai intensificar o patrulhamento na região durante o dia e, principalmente durante a noite.

Já a Polícia Civil disse que toda vítima de furto ou roubo deve registrar um Boletim de Ocorrência para que seja feita uma estatística mais precisa para desenvolver ações mais efetivas para cada região.

Fonte: G1 GO