DF: Trânsito entre o balão do Torto e o do Colorado será bloqueado para implosão de rocha no domingo

O trânsito na saída norte de Brasília terá algumas alterações na tarde de domingo (17). A partir das 14h30, o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) bloqueará o trecho de 5,2 quilômetros entre o balão do Torto e o do Colorado para detonar uma rocha na margem da via, no sentido Planaltina-Plano Piloto, às 15 horas. Não há horário definido para liberar a passagem, pois não se sabe quanto tempo durará a retirada de resíduos do local.

O procedimento é necessário para as obras da Ligação Torto-Colorado e do Trevo de Triagem Norte, que visam desafogar o trânsito na região norte, onde mais de 100 mil motoristas transitam todos os dias. A Defesa Civil notificou moradores de 37 unidades habitacionais e de cinco pontos comerciais – entre concessionárias e motéis – nos arredores para que deixem o local durante a detonação da rocha.

Com isso, o acesso à parte norte do DF deverá ser feito por outras rotas. O trânsito será desviado antes do balão do Torto para quem se dirige àquela área e no balão do Colorado para quem vem de lá. “Ao interromper o Torto-Colorado, o acesso a Planaltina, a Sobradinho, aos condomínios e à região norte como um todo será pelo Paranoá ou por Brazlândia. Essa implosão é necessária para construir pontes e viadutos no trecho”, explica o diretor-geral do DER-DF, Henrique Luduvice.

Medidas de segurança na obra Torto-Colorado

A construtora JN colocará material argiloso sobre a área de detonação nesta quinta (14) e na sexta-feira (15) para reduzir o impacto do ruído. Por volta das 13 horas de domingo, a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros, o DER-DF, a Polícia Civil e a Polícia Militar vão pedir aos moradores e trabalhadores que deixem a área, e, às 14h25, os acessos ao Setor Habitacional Taquari e às chácaras na região serão bloqueados. Cinco minutos depois, os órgãos do DF vão retirar os carros da via e interromper o trecho entre os balões.

Como os moradores já foram notificados, não são eles o principal alvo de preocupação. Segundo o coordenador de operações da Defesa Civil, major do Corpo de Bombeiros Sinfrônio Lopes, o problema são pessoas que nadam em um córrego próximo ao ponto da implosão, em especial crianças e adolescentes. “Quem costuma ir ao local deve evitar o córrego, que fica a menos de 200 metros da rocha”, alerta.

O trabalho não será concluído neste domingo. A Defesa Civil estima de 12 a 15 outras detonações, que, em um primeiro momento, estão previstas para ocorrer nos fins de semana subsequentes. Não se descarta, porém, estender as ações para o meio da semana.

As obras do Trevo de Triagem Norte e da Ligação Torto-Colorado

As melhorias no Trevo de Triagem Norte e na Ligação Torto Colorado vão custar R$ 207 milhões — R$ 146 milhões vêm do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes), com R$ 51 milhões de contrapartida do governo de Brasília e R$ 10 milhões da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap). A primeira parcela do financiamento do banco federal, de R$ 10 milhões, foi liberada em junho. Os repasses serão trimestrais, até o fim das obras — a do Trevo de Triagem Norte deve estar concluída em 24 meses e a da Ligação Torto-Colorado, em 17.

As medidas visam desafogar o trânsito e acabar com problemas antigos, como a necessidade de recorrer à faixa reversa em horários de pico, de segunda a sexta-feira. São 12 obras no Trevo de Triagem Norte, entre pontes, viadutos e túneis, feitas para distribuir o fluxo de veículos com destino ao Plano Piloto, levando ao Eixo Rodoviário Norte-Sul, à W3, aos Eixinhos Leste e Oeste e à L2. Somadas às passagens previstas na Ligação Torto-Colorado — construção de uma pista marginal à DF-003 e novos acessos aos condomínios —, serão 23 intervenções.

Fonte: Agência Brasília