DF: Reformado, terminal de ônibus do Paranoá beneficia cerca de 25 mil pessoas

Com oito plataformas, novas instalações elétricas, uma lanchonete, um paraciclo e banheiros adaptados, foi reinaugurado nesta terça-feira (19) o terminal de ônibus do Paranoá, que fica na Avenida Paranoá, Quadra 33, Lote 1. “O objetivo é dar tranquilidade, segurança, comodidade às pessoas que usam o transporte coletivo no DF”, disse o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, durante a entrega.

Trinta linhas, entre urbanas e rurais, operam no terminal, por onde passam cerca de 25 mil pessoas diariamente. Entre os destinos estão a Rodoviária do Plano Piloto, as vias W3 Sul e Norte, o Setor de Armazenagem e Abastecimento Norte, o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek e o Setor de Indústria e Abastecimento (SIA).

A obra, iniciada em setembro de 2015, é totalmente de acordo com as normas de acessibilidade e também engloba 11 salas administrativas, um cômodo de descanso para os funcionários e um estacionamento de ônibus com 28 pontos de estocagem.

“A viagem começa no terminal e termina, muitas vezes, no terminal. Deve ser dada a qualidade necessária para que a população possa ir e vir com conforto”, destacou o secretário de Mobilidade, Marcos Dantas. Para a reforma, foram investidos R$ 664.126,81, recursos provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Uma das ações do Circula Brasília

A reinauguração faz parte do programa de mobilidade do governo, o Circula Brasília. Até o fim de 2016, outros 11 terminais têm previsão de entrega: quatro novos (dois em Samambaia e dois no Recanto das Emas) e sete reformados (Cruzeiro, Guará I, M Norte, Núcleo Bandeirante, P Sul, Planaltina e Taguatinga Sul).

O terminal do Guará II foi reinaugurado em junho deste ano, e o de Planaltina teve a reforma iniciada neste mês. Em 2015, quatro terminais ficaram disponíveis para a população: Ceilândia (QNR), Gama, Riacho Fundo II e Sobradinho II.

Durante o evento nesta terça (19), Rollemberg destacou ações importantes na área da mobilidade, como as obras na saída norte de Brasília, a inversão das Avenidas Samdu e Comercial, em Taguatinga, o Corredor Eixo Oeste e o recadastramento para o Passe Livre Estudantil.

Participaram também o diretor de Terminais e Sinalização do DFTrans, Wender Costa, o diretor-presidente da Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília (TCB), Manoel Antônio Vieira Alexandre, os administradores regionais do Paranoá, Roberto Charles Bezerra, e do Itapoã, Alessander Carregari Capalbo, e o deputado distrital Rafael Prudente (PMDB).

Fonte: Agência Brasília