DF: Governo de Brasília detalha plano de mobilidade para as Olimpíadas

Em dias de jogos de futebol da Olimpíada em Brasília, haverá restrições e intervenções em vias e estacionamentos na área central do Plano Piloto. Os bloqueios previstos começam na rodoviária e vão até a altura do Tribunal de Contas do DF. Para os torcedores que forem acompanhar as partidas no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, estará disponível um esquema especial de ônibus saindo da Rodoviária do Plano Piloto, do Parque da Cidade Dona Sarah Kubitschek e do depósito do Departamento de Trânsito (Detran), atrás do Autódromo Internacional Nelson Piquet – este último apenas para torcedores com mobilidade reduzida.

O Plano de Mobilidade para o evento foi divulgado nesta quinta-feira (28), no Palácio do Buriti, pelo governador Rodrigo Rollemberg e secretários de Estado. A capital federal vai receber dez jogos, entre 4 e 13 de agosto.

Como ficará o trânsito na área central do Plano Piloto durante os jogos da Olimpíada

As alterações no trânsito ocorrerão em seis datas: 4 (quinta-feira), 7 (domingo), 9 (terça) e 10 (quarta) de agosto — quando haverá dois jogos em cada dia — e 12 (sexta) e 13 de agosto (sábado).

Na Via N1, todas as faixas serão interditadas da Rodoviária do Plano Piloto até o Tribunal de Contas do DF. Nesse mesmo trecho, estarão bloqueados todos os acessos para a N1. Os estacionamentos do complexo esportivo, do canteiro central (como o da Feira da Torre de TV) e atrás do Palácio do Buriti e do Tribunal de Contas serão restritos para veículos oficiais e credenciados.


Também não será permitida a circulação de veículos em parte da Via N2 — a interdição dessa pista vai ser feita da ligação com a N1 até a rotatória próximo à 5ª Delegacia de Polícia. A pista que passa em frente ao estacionamento do Mané Garrincha e segue para o Autódromo Internacional Nelson Piquet e vice-versa estará igualmente interditada. O mesmo vale para a via que contorna o autódromo, em que apenas veículos oficiais e credenciados poderão circular, com exceção somente para a pista em frente ao depósito do Detran, que estará liberada.

As intervenções serão menores no lado da Via S1. Três faixas ao lado do canteiro central estarão bloqueadas — da altura da Funarte até a Rodoviária do Plano Piloto. Para que os pedestres possam se movimentar facilmente e com segurança, a Via S2 ficará fechada da ligação com a S1 até a altura do Centro Empresarial Brasil 21. Todo o sistema viário de alças entre o Eixo Monumental e a W3 será bloqueado.

Nos dias de jogos, a operação começará à 0 hora, preservando áreas estratégicas, como estacionamentos e circulação no entorno imediato do Mané Garrincha. As outras interdições totais vão ocorrer gradualmente, das 7 horas até duas horas após a última partida.

Onde estacionar e pegar ônibus para o Mané Garrincha

Os torcedores que quiserem ir de carro para o estádio poderão usar os Estacionamentos de 1 a 12 do Parque da Cidade e as vagas da plataforma superior da Rodoviária do Plano Piloto. De lá, eles poderão pegar os ônibus que farão o transporte até o Mané Garrincha. O transporte funcionará nos dias de jogos, três horas antes do início das partidas e até duas horas depois do encerramento. Os ônibus vão sair a cada cinco minutos ou até lotar.


No Parque da Cidade, a linha especial 109.2 passará em todos os estacionamentos e fará o desembarque no de número 13, que fica a cerca de 800 metros do estádio. O Estacionamento 12 ficará exclusivo para pessoas com deficiência e o 13, para a operação do transporte.

O fluxo da pista do parque será alterado em dias de jogos. Os carros comuns vão ter três faixas disponíveis e terão de circular em sentido único anti-horário. A quarta faixa estará reservada para a linha especial 109.2, que fará o sentido horário.

A outra linha especial é a 109.7, com o percurso Rodoviária-Funarte. Nesse trajeto, os passageiros só poderão embarcar ou desembarcar nesses dois pontos. A Funarte fica a cerca de 500 metros do estádio. Como toda a Via N1 estará interditada, o ônibus usará uma das faixas fechadas da S1 e subirá no sentido contrário ao da pista. O retorno será pelo mesmo caminho. Na rodoviária, o embarque e desembarque serão feitos na Plataforma D, na área inferior. Linhas que funcionam regularmente nesse local serão deslocadas para a plataforma superior.

Para os torcedores com mobilidade reduzida, foi reservado o estacionamento do depósito do Detran, atrás do Autódromo Internacional Nelson Piquet. De lá, a linha de ônibus 109.0 passará pela pista entre o autódromo e as Quadras 900 Norte e deixará os torcedores no Portão D. O retorno sai desse ponto para o depósito do Detran. As viagens serão a cada dez minutos.

Quem for para o estádio de carona deve chegar e sair pelo estacionamento em frente ao Colégio Militar de Brasília, que estará reservado para essa finalidade. Essa medida é para evitar paradas temporárias nas vias próximas ao estádio, o que ocasionaria retenções no trânsito. Aqueles que optarem pelo deslocamento de táxi deverão desembarcar no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, ao lado do estádio, onde apenas taxistas terão acesso ao estacionamento.

Reforço de linhas de ônibus em dias de jogos

Em dias de jogos, todas as linhas que ligam as regiões administrativas à Rodoviária do Plano Piloto terão reforço, que começará três horas antes das partidas e será encerrado duas horas após o final das disputas. O aumento no número de coletivos ocorrerá de acordo com a demanda. Segundo o Transporte Urbano do DF (DFTrans), todas as empresas estão de sobreaviso para oferecer mais carros nesse período.

Funcionamento do metrô durante a Olimpíada aguarda decisão do TST

A Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF) aguarda decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) para determinar o funcionamento durante a Olimpíada, já que os metroviários estão em greve desde 14 de junho. O Metrô-DF entrou com ação cautelar no TST pedindo a manutenção de 100% dos horários de funcionamento dos trens nos dias de jogos ou a elaboração de uma operação especial em horários alternativos para atender os torcedores que vão ao estádio.

Fonte: Agência Brasília