DF: Garagem da Pioneira é lacrada em Santa Maria por falta de licença

Fiscais do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) interditaram nesta segunda-feira (11) a garagem da viação Pioneira em Santa Maria, no Distrito Federal. Segundo o órgão, o espaço não tem licença ambiental e oferece risco de contaminação do solo. A empresa afirma que apresentou a documentação ao Ibram e, agora, aguarda a liberação do local.

A partir da meia-noite desta terça (12), a empresa não pode mais abastecer o tanque dos ônibus no local. As quatro bombas de diesel foram lacradas pelos fiscais. Ainda segundo o Ibram, a empresa gera "poluição contínuo" com o vazamento do combustível e a lavagem dos veículos. A Pioneira também foi multada em R$ 35 mil.

O instituto afirma que os resíduos já estão contaminando o lençol freático e impedindo moradores da região de usar poços artesianos. Em 2012, quando a empresa ainda atuava no local sob o nome de "Viação Planeta", o Ibram já cobrava a adoção de medidas para minimizar o impacto ambiental.

Na época, os empresários da Pioneira assinaram um termo de ajustamento de conduta, se comprometendo a cessar a poluição e reparar os danos ambientais. Agora, os fiscais do Ibram afirmam que as promessas não foram cumpridas.

No fim da tarde desta segunda, a reportagem da TV Globo registrou a entrada de um caminhão de combustível no lote. Segundo a empresa, o carro fica guardado na mesma garagem à noite, mas não faria a recarga das bombas de diesel durante a interdição.

A Pioneira diz que apresentou os documentos ao Ibram na tarde desta segunda e que atua dentro das normas ambientais. A viação também afirmou à TV Globo que estava trabalhando em um "plano alternativo" para não prejudicar passageiros, já que 180 ônibus que usavam a garagem precisarão reabastecer os tanques no Gama após essa determinação.

Fonte: G1 DF