Goiânia: Saiba mais sobre o Cartão Metrobus

A partir do dia 23 de agosto, o usuário do transporte coletivo no Eixo Anhanguera e suas linhas alimentadoras terá que ter o Cartão Metrobus. Com o instrumento, o cidadão continua a ter direito a meia-passagem mas o Estado terá mais controle dos recursos investidos, evitando possíveis fraudes e otimizando o serviço de transporte para a população. Confira os detalhes sobre o Cartão Metrobus:

1. Quem pode ser beneficiado com o CARTÃO METROBUS?

O CARTÃO METROBUS beneficia todo e qualquer morador da Região Metropolitana de Goiânia. Não poderão se cadastrar as pessoas que possuem:

- Passe Livre (Cartão da Criança, Portadores de Necessidades Especiais e Idosos);

- Estudantes que possuem Passe Escolar e/ou Passe Livre Estudantil e os

- Portadores de Vale-Transporte do trabalhador (garantido pela CLT)

2. Para que serve o CARTÃO METROBUS?

Por meio do CARTÃO METROBUS, o morador que for beneficiado pagará 50% da tarifa, concedido pelo Governo de Goiás, no Sistema Metropolitano Anhanguera – SMA, que compreende, além do Eixo Anhanguera e suas extensões, também as linhas alimentadoras nele integradas.

3. Onde o CARTÃO METROBUS poderá ser usado?

O Cartão poderá ser utilizado no Sistema Metropolitano Anhanguera (Eixo Anhanguera) – SMA e suas extensões.

4. Quantas viagens o beneficiário terá direito?

As viagens serão de acordo com a simples declaração do usuário no ato do cadastro. O usuário poderá optar por 60 (sessenta), 90 (noventa) ou 120 (Centro e vinte) viagens mensais.

5. Qual o limite de viagens que o beneficiário poderá utilizar?

O limite é de 04 (quatro) viagens por dia ou 120 (cento e vinte) viagens mensais.

6. Onde o interessado poderá fazer cadastro do CARTÃO METROBUS?



- Nas Unidades do Vapt Vupt da região metropolitana ou

- Em aplicativo disponível para os sistemas Android e IOS.

7. A partir de quando poderá ser feito o cadastro?

Ainda na primeira quinzena de Julho.

Para fazer o cadastramento serão necessários: uma foto 3x4, Cédula de Identidade, CPF e comprovante de endereço com data recente (com suas respectivas cópias numa única folha)

8. Como o beneficiário adquirirá as viagens no CARTÃO METROBUS?

O usuário do CARTÃO METROBUS continuará a pagar meia passagem. A recarga será feita nos pontos de recarga automático e nas máquinas de auto atendimento, que ficam localizadas em pontos de vendas credenciados, nas estações de embarque do Eixo Anhanguera ou nos Terminais da RMTC.

Os locais dos Pontos de Recarga serão disponibilizados no site da Secretaria de Governo e no site da Superintendência da Juventude

9. Quando começa o cadastro dos usuários?

A previsão é que o cadastramento comece na primeira quinzena de julho/2016.

10. É permitido conceder o CARTÃO METROBUS para terceiros?

Não. O CARTÃO METROBUS é de uso pessoal e intransferível.

11. Como será a identificação do CARTÃO METROBUS?

O Cartão terá uma etiqueta de identificação pessoal. Para utilização é necessário que esta etiqueta esteja fixada e legível.

12. O cartão é pago?

Não. A primeira via do cartão é gratuita.

13. Em caso de perda ou furto, o que o beneficiário terá de fazer?

É necessário que o titular comunique o Sistema, via internet, telefone ou pessoalmente na Loja de Atendimento Sitpass, para que seja efetuado o bloqueio eletrônico.

14. No caso de perda, furto ou roubo do CARTÃO METROBUS, como o beneficiário obterá a 2ª Via do Cartão?

A Loja de Atendimento Sitpass (SET- Antigo Setransp) emitirá o boleto bancário, visando o pagamento pelo titular ou responsável, equivalente aos custos da 2ª Via do Cartão.

O valor será 10 (dez) vezes o valor da tarifa básica vigente na RMTC (Ex.: O valor atual da tarifa equivale a R$ 3,70, portanto a 2ª Via custará R$ 37,00).

15. Ocorrendo a hipótese de ter viagens no CARTÃO METROBUS, que foi perdido, furtado ou roubado, como o beneficiário recuperará as viagens?

Os créditos serão transferidos para a nova via emitida do cartão.

16. Caso, não seja necessário mais o uso do CARTÃO METROBUS, como o beneficiário pode fazer a devolução?

A devolução do Cartão pode ocorrer a qualquer tempo, ou deve acontecer quando solicitado, caso fique comprovado uso indevido do beneficio.

17. Se houver alguma alteração nas informações cadastrais do usuário, é necessário informar?

O titular ou responsável deve prestar informações corretas. Se houver alguma mudança cabe ao beneficiário comunicar imediatamente, por meio de documentos confiáveis, em qualquer unidade do Vapt Vupt.

18. Quando será realizada a renovação do CARTÃO METROBUS?

A validade do Cartão tem duração de 12 (doze) meses e será obrigatoriamente renovado no mês de aniversário do beneficiário, que comparecerá em qualquer Unidade Vapt Vupt, apresentando a mesma documentação do cadastro inicial.

Neste ano acontecerá apenas o cadastramento, não havendo necessidade de recadastramento no mês de aniversário.

19. Em que local o beneficiário receberá o Cartão?

A entrega do CARTÃO METROBUS será realizada na unidade Vapt Vupt informada no ato do cadastro.

Seguem as unidades Vapt Vupt que farão o Cadastro do CARTÃO METROBUS:
Fonte: SEGOV