Goiânia: Ônibus são depredados e motoristas feitos reféns na região noroeste da capital

Por Rafael Martins

Motoristas reféns e ônibus depredados: este foi o saldo de um arrastão no PC Primavera (foto), no Jardim Primavera, região noroeste da capital, na noite desta sexta-feira (24).

Segundo funcionários de uma empresa do transporte coletivo, motoristas que trabalham nas linhas do PC Primavera acionaram por volta das 22h o COPOM (em que há um posto da RMTC) após um arrastão no local. Dois ônibus foram alvo de vandalismo e um rodoviário da Viação Reunidas foi gravemente ferido na cabeça e levado às pressas para o HUGOL.

Motoristas relataram que foram feitos reféns, e colocados presos no banheiro do ponto de apoio do PC Primavera. Após os bandidos saírem com um ônibus da Rápido Araguaia para o Setor Palmares, eles recusaram-se a terminar suas escalas de trabalho e ficar no local, pois receberam o aviso de que os bandidos voltariam para terminar o serviço que começaram.

Devido à insegurança no local, a circulação dos ônibus que atendem o PC Primavera foram suspensas hoje, com anuência da CMTC. A polícia está investigando o crime. Ainda não há informações sobre o que teria motivado o arrastão.

Mais violência

Ontem (23) outro motorista do transporte coletivo foi alvo da violência. Ele foi esfaqueado no abdômen por um passageiro, que queria descer do ônibus. O estado de saúde do motorista é regular. O suspeito da agressão foi preso em flagrante.

Medidas contra violência

Na última segunda-feira (20) a Diretoria da Metrobus se reuniu-se com autoridades de segurança pública para discutir estratégias para garantir mais segurança aos passageiros que utilizam o Eixo Anhanguera e suas extensões. Ficou acertado que serão executadas ações de combate ao crime nos terminais, plataformas e ônibus que integram a linha do transporte.