Goiânia: Cadastro para o Cartão Metrobus será em julho

Na primeira quinzena do mês de Julho, a Secretaria de Governo irá divulgar os detalhes sobre como obter o Cartão Metrobus, instrumento que será utilizado pelo usuário do Eixo Anhanguera e suas extensões. Com o Cartão, o usuário continuará tendo o subsídio de 50% do preço da tarifa do transporte coletivo no Eixo. Seu uso visa otimizar o funcionamento do transporte e melhorar o atendimento ao cidadão. Decreto que institui estes novos procedimentos foi publicado no suplemento do Diário Oficial do dia 23, veiculado nesta segunda, 28.

O usuário do transporte coletivo cadastrado no programa continuará arcando apenas com a metade do valor da passagem. Para utilizar o cartão, que será obrigatório a partir de 23 de agosto, poderão fazer o cadastro todos os passageiros do transporte coletivo que não possuem outro benefício ou direito como Passe Livre Estudantil, Passe Livre (Idoso, Portador de Necessidade Especial ou Cartão-Criança), Passe Escolar e Vale-Transporte.

O cadastramento, que está em fase de implantação e será disponibilizado ao usuário ainda na primeira quinzena do mês de julho, será feito pelo site da Secretaria de Governo, nas unidades Vapt Vupt e por aplicativo de celular (IOS ou Android). “Esse cadastro é necessário para que não haja duplicidade de benefício, o que onera para o Estado e prejudica quem realmente precisa. Normatizar esse subsídio é uma forma de melhor distribuir os benefícios para a população”, afirma o Superintendente da Juventude da Secretaria de Governo, Leonardo Felipe Marques de Souza. “Com este instrumento, os mecanismos de controle e fiscalização de aplicação dos recursos públicos são ampliados, além de evitar que o sistema de transporte seja sobrecarregado por uso indevido, o que prejudica o próprio usuário”, explica. “A meta é sempre facilitar para o cidadão”.

Para fazer o cadastramento serão necessários: uma foto 3x4, Cédula de Identidade, CPF e comprovante de endereço com data recente. O beneficiário do Cartão Metrobus poderá utilizar até 4 viagens diárias, em um total máximo de 120 viagens por mês.

Fonte: SEGOV