Goiânia: CMTC é citada e passagem deve voltar a R$ 3,30 até sexta

O presidente da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), Murilo Guimarães Ulhôa, recebeu na manhã desta quarta-feira (02) a citação do processo proposto pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) que suspende o aumento da passagem do transporte coletivo da região metropolitana de Goiânia. Ainda ontem, a tarde, uma notificação ao Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Goiânia (SET), ordenando o novo valor da passagem, voltando aos R$ 3,30, ante os R$ 3,70 cobrados desde o dia 6 de fevereiro.

A notificação dá um prazo de 48 horas para que o SET, que é o órgão responsável pela validação das passagens, cumpra a determinação. Assim, até a próxima sexta-feira o valor deve ser alterado, cumprindo a decisão judicial em liminar cerca de dez dias após sua publicação pelo juiz Élcio Vicente da Silva, da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual. A liminar vale até a apresentação das defesas das empresas e órgãos citados. Até o início desta tarde, o SET ainda não havia recebido a notificação da CMTC.

Fonte: O Popular