Goiânia: "Não está previsto nenhum investimento para o transporte coletivo", afirma Décio

Não está previsto nenhum investimento para o transporte coletivo, a informação foi dada pelo presidente Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo (SET), Décio Caetano, durante coletiva para falar do reajuste da tarifa do serviço, na manhã desta quinta-feira (4), no Setor Aeroporto, em Goiânia.

“O reajuste no valor da tarifa não possibilita que as empresas façam investimentos ou melhorias, mas vamos continuar tentando fazer melhorias. Temos conhecimento que a população não tem condições de arcar com um valor maior”, afirmou Décio.

Segundo Décio, as empresas passam por dificuldades financeiras e o momento é de crise. Em relação ao anúncio deste reajuste ocorrer as vésperas do Carnaval, como aconteceu no ano passado, ele alegou que não foi intencional e que a Superintendência Municipal de Trânsito (SMTC) é a responsável por decidir a data do anúncio do aumento. “Não foi intencional e nem para evitar manifestações dos usuários”, pontuou.

Ele também informou que entre 2014 e 2015 houve uma queda na quantidade de passageiros que utilizam o serviço e que isso pode estar relacionado com a falta de qualidade do transporte.

Fonte: O Popular