Goiânia: Terá início no dia 20 a operação consorciada no Eixo Anhanguera

O consórcio privado de empresas do transporte público (RMTC) assumirá no dia 20 a gestão dos terminais e plataformas do Eixo Anhanguera, principal linha de ônibus de Goiânia. A Metrobus vai manter a gestão da sua frota de ônibus. "A primeira medida será aumentar e melhorar a segurança nos terminais. A RMTC já dispõe de tecnologia e uma das maiores centrais de videomonitoramento do País na área de transporte público", diz Marlius Machado, presidente da Metrobus.

A segunda ação, afirma, será melhorar as condições de limpeza e organização dos terminais e plataformas, o que poderá reduzir o número de permissionários (comerciantes) nestes locais, para maior conforto e segurança dos usuários, frisa Machado. O presidente da Metrobus afirma que a operação consorciada ajudará à estatal gerar lucro até o final deste ano, com redução de custos. É indicativo de privatização? "Isto não pode ser descartado para qualquer estatal não essencial ao Estado. Mas é uma decisão que caberá ao governo", responde.

Fonte: O Giro/O Popular