DF: Autorizados estudos para construção de metrô na Asa Norte e do VLT Monumental

O governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, e o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, assinaram nesta quarta-feira (16) autorização para contratar estudo para desenvolver a Linha 2 do metrô, que passará na Asa Norte. Uma segunda análise liberada hoje foi a da criação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que circulará da antiga Rodoferroviária à Rodoviária do Plano Piloto, passando pela Esplanada. Será o chamado VLT Monumental. Ambos os estudos estão orçados em R$ 77 milhões.

Outra contratação que também será licitada — no valor de R$ 26 milhões — é para elaborar estudos e projetos básico e funcional do Trecho 1 do VLT da W3. A proposta está prevista no Plano Diretor de Transporte e Mobilidade Urbana do Distrito Federal. A solenidade de assinatura das autorizações ocorreu no Salão Branco do Palácio do Buriti. Os recursos para os três estudos — para a Linha 2 do metrô, o VLT Monumental e o Trecho 1 do VLT da W3 — virão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Mobilidade, do governo federal.

Qualidade de vida

De acordo com o ministro Gilberto Kassab, as obras públicas são importantes para o desenvolvimento do País, já que melhoram a qualidade de vida da população e têm sido responsáveis pela manutenção de empregos. O titular da pasta das Cidades explicou que a crise financeira nacional interferiu no andamento dos projetos, mas garantiu que eles não serão interrompidos. "Seguimos com uma velocidade um pouco menor, mas sem nenhuma paralisação."

Na mesma linha, Rollemberg reforçou a importância da assinatura dos contratos para a mobilidade urbana de Brasília e o conforto dos brasilienses. "A forma moderna de transporte é com o trilho, o VLT e o metrô. Certamente são obras que marcarão a história da mobilidade urbana", ressaltou. Para o chefe do Executivo, investir no desenvolvimento da capital é o caminho para que ela saia da crise.

Edital

No documento assinado pelo governador está prevista ainda uma avaliação para o desenvolvimento desses modelos de transporte. De acordo com o diretor-presidente da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), Marcelo Dourado, no fim de janeiro de 2016 deverá ser aberto edital para a contratação dos estudos. Dourado estima que sejam concluídos em 12 a 16 meses.

Estiveram na cerimônia o secretário nacional de Transportes e da Mobilidade Urbana, do Ministério das Cidades, Dario Lopes, o secretário de Mobilidade de Brasília, Marcos Dantas, e o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio, entre outras autoridades.

Fonte: Agência Brasília