DF: Órgãos de trânsito aplicam, por dia, 600 multas em faixas exclusivas de ônibus

Nas cinco vias com faixas exclusivas para ônibus do Distrito Federal (EPTG, EPNB, Setor Policial Sul e nas W3 Sul e Norte), os órgãos de trânsito já aplicaram mais de 100 mil multas de carros particulares ao dirigir nestas pistas, no primeiro semestre de 2015. O número representa uma média de aproximadamente 600 infrações deste tipo por dia.

Só o Detran-DF (Departamento de Trânsito do Distrito Federal) registrou 55.839 autuações por desrespeito às faixas exclusivas do Setor Policial Sul e nas W3 Sul e Norte, o que resulta numa média de 308 multas por dia, no primeiro semestre de 2015. No mesmo período do ano passado, foram 48.544 flagrantes. Total de 15% a menos.

Já o DER-DF (Departamento de Estradas e Rodagens do DF) flagrou 46.789 infrações nas pistas para ônibus, de janeiro a maio de 2015, ao somar os números da EPTG (Estrada Parque Taguatinga) com os da EPNB (Estrada Parque Núcleo Bandeirante). Além disso, no corredor exclusivo do BRT na EPIA (Estrada Parque Indústria e Abastecimento) que passa pelo Gama (DF) e por Santa Maria (DF), foram mais 2.451 multas, no mesmo período do ano.

Desde esta sexta-feira (31), a infração para os condutores passou a ser gravíssima para quem dirigir “na faixa ou via de trânsito exclusivo, regulamentada com circulação destinada aos veículos de transporte público coletivo de passageiros, salvo casos de força maior e com autorização do poder público competente”. O valor da multa subiu para R$ 191,54, com sete pontos na carteira de habilitação, e o motorista pode ter o veículo apreendido. A presidente Dilma Rousseff sancionou uma mudança no CTB (Código de Trânsito Brasileiro), publicada no Diário Oficial da União desta sexta.

Os motoristas autuados recebiam cinco pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 127,69, caso a pista exclusiva ficasse à esquerda, e três pontos além de multa de R$ 53,20 se ela estivesse à direita da via.

Caso a média de autuações de 2015 se mantenha no mesmo patamar durante o segundo semestre, os departamentos de trânsito do DF devem arrecadar cerca de R$ 108 mil por dia, apenas com multas por desrespeito às faixas exclusivas.

Fonte: R7 DF