Ataques a ônibus subiram mais de 690% nos últimos dois anos

Um estudo realizado pela NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos), a partir de dados dos últimos 12 anos, mostrou que 1.389 ônibus foram incendiados em 132 cidades brasileiras. Em média, um ônibus foi queimado a cada três dias e foram registradas 52 vítimas no período.

Já nos últimos dois anos, houve um aumento expressivo na taxa de ataques: 851, sendo 662 em 2014 e 189 somente no primeiro semestre de 2015. Os números representam um aumento de 691%, se for levada em consideração a média proporcional de cada ano.

As causas para os ataques variam de acordo com a natureza dos eventos, sejam eles sociais, políticos ou econômicos.

“Ao longo dos últimos 12 anos, mais de 694 mil passageiros não foram transportados diariamente. As empresas arcam com os prejuízos e as populações são penalizadas, porque significa menos ônibus rodando”, explicou o presidente da NTU, Otávio Cunha. O custo total com ônibus queimados foi de, aproximadamente, R$ 830 milhões.

O tema foi assunto da reportagem de capa da edição mais recente da revista CNT Transporte Atual. Para acessar a versão on-line, clique aqui.

Fonte: Agência CNT