Goiânia: PRF flagra irregularidades em ônibus da linha Goiânia-Anápolis

Fiscalização realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta terça-feira (15) na linha Goiânia - Anápolis, na BR 060 flagrou inúmeras irregularidades. A PRF constatou em todos os veículos fiscalizados assentos que não possuíam o cinto de segurança, tacógrafos danificados ou com preenchimento do disco de maneira irregular, alteração no número de poltronas do veículo, motoristas sem o curso que os habilita para exercerem a profissão, além de casos de motorista com Carteira Nacional de Habilitação vencida e veículos com licenciamento atrasado.

Ainda de acordo com a polícia, foram lavradas mais de 30 multas tanto pela PRF quanto pela Agência Goiana de Regulação (AGR), especialmente pelo fato de a empresa conduzir passageiros em pé, o que não é permitido pela legislação. Cinco motoristas também vão responder pelo exercício ilegal da profissão.

Quanto ao não funcionamento do tacógrafo, a PRF ressalta que este aparelho é extremamente importante, sendo obrigatório para veículos de carga e de transporte de passageiros. O tacógrafo registra o percurso realizado pelo veículo, além do tempo e velocidade, sendo fundamental para que seja verificada a carga horária trabalhada pelo motorista ou para saber se o veículo trafegou com excesso de velocidade, por exemplo.

No acidente com o ônibus que ocorreu na segunda-feira (13),com o ônibus da Viação Araguarina, o equipamento estava danificado, o que dificulta o trabalho da Polícia Técnico-Científica no sentido de descobrir se o veículo transitava além da velocidade permitida.

Fonte: O Hoje