DF: Por plano de saúde, rodoviários cruzam os braços por duas horas

Quem precisou pegar ônibus nesta terça-feira (5/5) nas regiões do Paranoá e de São Sebastião, foi surpreendido por uma paralisação dos rodoviários da empresa Pioneira, que causou transtornos para quem depende do transporte público coletivo nessas duas regiões.

Cerca de 800 profissionais cruzaram os braços por aproximadamente duas horas. A categoria reivindica os repasses do plano de saúde para o sindicato. De acordo com a empresa, os ônibus voltaram a circular por volta das 8h. A informação foi confirmada pelo Transporte Urbano do Distrito Federal (DFtrans), que acrescentou que o governo está com o repasse em dia às empresas de ônibus.

A Pioneira é responsável pelo transporte de 167 mil pessoas diariamente em várias regiões do DF. O DFtrans não soube informar, contudo, quantas pessoas foram diretamente afetadas pelo ato.

O diretor financeiro do Sindicato dos Rodoviários, Saul Araújo da Silva, explicou que a empresa deixou de repassar aproximadamente R$ 3 milhões para pagar o plano de saúde dos trabalhadores.

“Isso pode impedir que o sindicato cumpra com as obrigações de pagamento”, informou Silva. “Além do repasse, também tem a questão da terceirização da manutenção das empresas. Outra coisa que não vamos aceitar”, completou. Ele informou ainda que, caso a empresa não apresente alguma proposta de pagamento, uma nova paralisação será realizada. “Se a empresa não se manifestar, todas as linhas da Pioneira vão parar.”

Fonte: Correio Braziliense