Goiânia: Trecho da BR-153 com Avenida Bela Vista, em Aparecida, deve receber elevado

As intervenções necessárias no perímetro urbano da BR-153, em Aparecida de Goiânia, foram novamente discutidas durante reunião nesta terça-feira, 24, convocada pelo prefeito Maguito Vilela. Participaram o presidente da SMTA, Valdemir Souto, os secretários Mário Vilela (Infraestrutura), Valéria Pettersen (Projetos e Captação de Recursos), Afonso Boaventura (Planejamento), Euler de Morais (Governo e Integração Institucioal), Ozeias Laurentino Júnior (Comunicação), Carlos Eduardo de Paula Rodrigues (Fazenda), e o engenheiro Antônio Alberto Basílio, da Basitec, empresa que realiza consultoria para a Triunfo Concebra – vencedora da concessão de privatização da BR-153 em Goiás.

“Nosso objetivo é propor soluções para a mobilidade em Aparecida. Estamos investindo bastante nisso, buscando sanar problemas já existentes hoje e prevendo o aumento natural do volume do trânsito no futuro da cidade. Já temos obras como os eixos estruturantes em andamento e a BR-153 também precisa de algumas intervenções”, afirmou o prefeito Maguito Vilela.

Durante a reunião, Basílio apresentou uma alternativa para o trecho entre a Avenida Bela Vista e a rodovia, onde inicialmente o DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – havia proposto a construção de uma trincheira. “O trânsito naquela região é enorme e a trincheira seria uma obra complicada de executar porque cortaria as quatro pistas e teríamos que interditar. Não necessariamente tudo, mas uma pista de cada vez, então a obra seria realizada devagar”, apontou Basílio.

Além disso, ele ressaltou a existência de quatro adutoras da Saneago no trecho, que, durante as obras, teriam que ser realocadas. “Diante desses entraves, além do tempo de obra, estudamos a possibilidade da Avenida Bela Vista passar por cima da BR-153. Nesse caso, o tempo de obra é em média um terço menor que o da trincheira. Além disso, ficaria uma coisa mais bonita, um viaduto arquitetônico mais trabalhado”, completou o engenheiro, informando que o próximo passo para a viabilização do projeto é a realização de uma reunião entre o prefeito Maguito Vilela, a Concebra e o presidente da ANTT.

O presidente da Superintendência Municipal de Trânsito de Aparecida (SMTA), Valdemir Souto, que realizou uma análise do trânsito na região, esclareceu que o problema da BR-153 na altura da Avenida Bela Vista ocorre porque os moradores de Aparecida – que estão na divisa com a capital e precisam passar pela BR-153 para ter acesso aos demais bairros, inclusive à região central de Aparecida – tem apenas o viaduto do Parque das Laranjeiras como opção de conversão.

“O problema está instalado em Goiânia, porque o trevo atual está na cidade, mas a maioria dos usuários estão em Aparecida e o tumulto é justamente porque eles não tem outra opção. Detectamos que 40% do movimento hoje do Parque das Laranjeiras poderia ser transferido com a construção do elevado da Avenida Bela Vista”, explicou Valdemir. Segundo ele, todos esses elementos apresentados durante a reunião e o esboço do projeto do elevado – que seria um pré-moldado com maior facilidade de ser colocado – devem contribuir na argumentação com a Concebra, em reunião futura com a presença do prefeito. “Essa é a solução mais viável no nosso ponto de vista e vamos apresentá-la para análise da empresa”, frisou o presidente.

MOBILIDADE – O elevado da Avenida Bela Vista com a BR-153 faz parte de um projeto de mobilidade do município. “Nesse projeto, a proposta é criar um anel de circulação em torno do município, que inclui esse viaduto da Bela Vista com a BR-153, um outro na Avenida Santana, a Avenida Independência, a GO-040 e a Avenida Rio Verde. Com esse anel, toda a cidade ficaria interligada, facilitando o deslocamento da população”, esclareceu Valdemir Souto.

Fonte: Prefeitura de Aparecida de Goiânia