Goiânia: Custo da obra do BRT na capital aumentará em R$ 100 milhões

A implantação de 21,8 quilômetros do BRT (ônibus rápido) Norte-Sul em Goiânia terá o custo total de R$ 340 milhões, segundo dados atualizados pelo coordenador do projeto, Ubirajara Abud. A obra foi licitada no final do ano passado pelo preço de R$ 242,4 milhões. “Neste valor não estavam inclusos os serviços de supervisão da obra e as desapropriações (de 65 imóveis)”, diz Abud. 

A ordem de serviço para a obra será assinada na quinta-feira pela presidente Dilma Rousseff (PT), às 10 horas no Paço. “Assinada a ordem, iniciaremos a obra na primeira quinzena de abril. Serão de duas a três frentes para concluirmos em 20 meses”, afirma o coordenador. A vinda da presidente Dilma a Goiânia, embora em negociação desde fevereiro, é considerada nos bastidores como uma forma de a petista emplacar uma agenda positiva. O protesto contra seu governo e contra o PT reuniu mais de 50 mil pessoas em Goiânia. O governador Marconi Perillo (PSDB) também foi convidado pelo Palácio do Planalto para a solenidade.

Fonte: Coluna O Giro/O Popular