DF: Via-crúcis continua pelo menos até maio no DFTrans

A via-crúcis de usuários de vale-transporte e passe estudantil parece longe do fim. Isso porque, segundo o DFTrans, a solução definitiva virá com uma nova licitação, que só poderá ser aberta depois de maio, quando o contrato com a Transdata, empresa responsável pelo serviço, se encerrará. Ontem, estudantes e trabalhadores formaram uma longa fila na Galeria dos Estados.

Um dos prejudicados foi o estudante Gabriel Macedo, 18 anos. “É revoltante. Poderiam ao menos abrir mais guichês”, reclamou. Lúcia Araújo, 55 anos, moradora do Recanto das Emas, afirmou que utiliza o cartão-cidadão para fazer a integração com o metrô. Segundo ela, um dos principais problemas para a recarga seriam as falhas no sistema. “Estou aqui pela terceira vez no período de uma semana e é sempre a mesma coisa”.

Congestionamento

Responsável por recepcionar os usuários, Márcio Galdino reconheceu o problema, mas alegou que “o sistema foi restabelecido há 15 dias e está com funcionamento normal”. Galdino sugeriu que os usuários se dirijam a outros postos de atendimento que prestam os mesmos serviços. “Recebemos pessoas de todo o DF, o que acaba congestionado o serviço”, afirmou.

Por não conseguir retirar a segunda via do cartão, a atendente de telemarketing Andréia Silva, 43, disse que “a alternativa encontrada pela empresa foi depositar o dinheiro diretamente na conta dos funcionários”.

O DFTrans afirma que a situação do Sistema de Bilhetagem Automática (SBA) é resultado de diversos problemas herdados da gestão anterior. Segundo o órgão, o cenário continuará por alguns meses. “A licitação será feita com recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), que já estão disponíveis”, afirmou.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília